Mix

Cabeleireira monta comedouro para alimentar cães de rua em Sorocaba

Dona de salão de beleza no Cajuru usa canos de PVC para ração e água
Cabeleireira monta estrutura para alimentar cães de rua
Cães usam a estrutura para comer e beber no local. Crédito da foto: Josias Mantovan / Cortesia

Solidária à causa animal, a cabeleireira Luciana Dias, dona de um salão de beleza no bairro Cajuru, implantou na frente de seu estabelecimento um comedouro e um bebedouro para cães. A iniciativa, colocada em prática há menos de um mês, tem chamado a atenção de populares, e há até quem colabore com ração. Os beneficiados aprovaram tanto, que até dividem espaço para poderem se alimentar e matar a sede.

Leia mais  Conheça os mitos e verdades sobre a castração de cães e gatos

 

Com a repercussão, Luciana espera que mais pessoas na cidade adotem a ideia, que, além de fazer o bem, teve um custo inferior a R$ 200.

Dona de dois cães e um papagaio, Luciana disse que sempre observou os cachorros passarem em frente ao seu estabelecimento, na rua Mário Monteiro de Carvalho, deixando-os inclusive se refrescarem na sombra de seu toldo. Mas foi numa viagem à Praia Grande nas últimas férias, que ela conheceu o projeto implantado na cidade litorânea por um vereador, que lá também atua na retirada dos animais das ruas.

Ela entrou em contato com o vereador e ele lhe mandou todas as especificações dos canos de PVC, e o pai da Luciana, Marcílio Dias, se encarregou da instalação. A cabeleireira conta que os tubos ficaram em R$ 50, e os adesivos, a fim de identificar o projeto, em aproximadamente R$ 70.

Cabeleireira monta estrutura para alimentar cães de rua
Luciana: em outros bairros. Crédito da foto: Emidio Marques

Luciana conta que troca a água todos os dias e abastece o comedouro às vezes até três vezes ao dia. Mas à noite, para evitar a aproximação de ratos, ela retira a ração e recoloca já no amanhecer seguinte.

Embora tenha feito isso pelo bem-estar dos cachorros, não descartando é claro que até gatos se beneficiem, Luciana disse que sua ação tem chamado tanta atenção, que indiretamente acaba revertendo positivamente até mesmo em seu trabalho, pois ajuda a divulgar seu salão. Ao seu ver, isso já é uma espécie de bênção por ajudar os animais, uma vez que sua única intenção sempre foi a de matar a fome e a sede dos cães que não têm donos. Ela também atenta que é prazeroso ver os cachorros, às vezes mais de um por vez, fazendo uso do espaço dedicado a eles, e sem brigar.

Diante da receptividade tão boa por parte das pessoas, Luciana está na expectativa que sua iniciativa seja copiada tanto no bairro, como em outros pontos da cidade. (Adriane Mendes)

Comentários

CLASSICRUZEIRO