Mix

Avião pousa de lado durante tempestade em Londres

A cena foi registrada por uma câmera instalada no aeroporto de Heathrow
Avião pousa de lado durante tempestade em Londres
Airbus A380 pousou de lado em aeroporto de Londres. Crédito da foto: Reprodução / Twitter / WDBJ7

O vento forte obrigou o piloto de um Airbus A380 a pousar o avião de lado em Londres, na capital da Inglaterra. A cena foi registrada por uma câmera instalada no aeroporto de Heathrow.

A aeronave da companhia aérea Etihad fez o pouso de risco no sábado (16). O avião saiu de Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos, e chegou em Londres durante uma tempestade.

Durante o pouso, o Airbus A380 se aproximou de lado na pista, fora da posição habitual. Mesmo com toda a dificuldade, o piloto fez o procedimento com segurança e ninguém ficou ferido.

Tempestade Dennis

O forte vento foi causado pela tempestade Dennis. Ela causou, no fim de semana, inundações e perturbação nos transportes no Reino Unido.

Centenas de alertas de inundação continuam ativos, especialmente em Gales do Sul, cinco deles com uma categoria “grave” no oeste da Inglaterra, de acordo com a Agência do Meio Ambiente (EA). Em algumas partes do país, o equivalente a um mês de chuva caiu em 48 horas.

Além disso, o país registrou o “maior número de alertas contra inundações”. Foi um número sem precedentes, segundo a EA, com um total de 594 em uma área que vai do sul da Escócia até a Cornualha (sudoeste da Inglaterra).

Morte

Em Gales, a polícia emitiu um apelo a testemunhas para tentar esclarecer as condições em que um homem de sessenta anos perdeu a vida. A princípio, sua morte foi relacionada à tempestade.

Segundo a polícia local, o homem foi visto entrando no rio Tawe, em Ystradgynlais, na manhã de domingo. Finalmente, sua morte não foi considerada suspeita ou ligada às condições climáticas, de acordo com a mesma fonte.

 

O serviço meteorológico britânico (MET) emitiu um alerta vermelho no domingo (17) em Gales do Sul devido às fortes chuvas provocadas pela tempestade Dennis. A última vez que esse tipo de alerta de chuva foi dado foi em dezembro de 2015.

Esse nível é o mais elevado e é equivalente a “condições climáticas perigosas” que apresentam “risco de morte”, riscos de perturbações no suprimento de energia e danos à infraestrutura. Centenas de voos com destino ou saída do Reino Unido precisaram ser cancelados, anunciaram as companhias British Airways e EasyJet, mas a situação começava a voltar ao normal nesta segunda-feira. (Da Redação e AFP)

Comentários