Buscar no Cruzeiro

Buscar

Bichos

Com o frio, aumentam doenças respiratórias

01 de Maio de 2021 às 00:01
Da Redação [email protected]
Proteger o bicho contra o frio é uma forma de prevenção.
Proteger o bicho contra o frio é uma forma de prevenção. (Crédito: PIXABAY.COM)

Tosse, dificuldade par respirar, descarga nasal, secreção ocular purulenta, febre e apatia são sintomas comuns que cães e gatos podem apresentar em caso de infecção respiratória na época mais fria do ano. “Diversos tipos de infecções podem afetar os pets: desde as mais brandas até as potencialmente fatais. Além disso, elas podem envolver todos os sistemas do corpo do animal. Por essa complexidade, os tutores precisam estar atentos para que um problema de saúde em fase inicial não se torne uma pneumonia ou algo ainda mais grave”, alerta a médica-veterinária Patricia Guimarães.

As infecções nos pets podem ser causadas por microrganismos, como bactérias, fungos, leveduras, vírus e parasitas. Com a chegada dos meses mais frios, é preciso ainda mais cuidado pois as infecções respiratórias podem ter diversos tipos e causas, “desde a colonização de uma bactéria , fungo até a instalação de parasitas no pulmão, provocando graves alterações na saúde do pet”, explica a especialista.

Outros tipos de infecções que podem causar danos aos pets são as gastrointestinais, no trato geniturinário e as dermatites. “As infecções afetam pets de todas as raças e idades, proporcionando danos à sua saúde e, até, em casos extremos, culminando em óbito caso não tratadas rápida e corretamente”, alerta Patricia Guimarães. (Da Redação)