fbpx
Guia Saúde

Sorocaba tem falta de três tipos de vacina para bebês e crianças

Desde agosto as unidades da rede municipal não têm estoque da Pentavalente, Tetraviral e DPT
Sorocaba tem falta de três tipos de vacina
Vacinas em falta são destinadas para imunização de bebês e crianças. Crédito da foto: Fábio Rogério / Arquivo JCS (12/8/2019)

Sorocaba está há mais de um mês sem três tipos de vacinas para bebês e crianças, cujas doses são obrigatórias conforme o Calendário Nacional de Vacinação do Ministério da Saúde. Segundo a Prefeitura de Sorocaba, o município está com estoque zerado das vacinas Pentavalente, Tetraviral e DTP desde o mês de agosto.

Leia mais  Campanha alerta para importância das vacinas

 

De acordo com administração municipal, desde maio a cidade já vinha recebendo quantidades menores de vacina que média de consumo. “Sempre que o estoque fica reduzido, a Secretaria da Saúde (SES) solicita ao Estado a reposição das doses”, diz. Ainda de acordo com o município, “as vacinas no Brasil são fornecidas pelo Ministério da Saúde aos Estados que, por sua vez, repassam aos municípios”.

A SES informou que está em contato com o Estado para sinalizar a falta das vacinas e verificar a possibilidade de novas doses. Mas “até o momento não foi apontado a Sorocaba uma previsão para a entrega das doses”. Já o Ministério da Saúde afirma que a suspensão da entrega das doses ocorreu porque lotes foram reprovados e que a situação será regularizada a partir deste mês.

Imunizações

De acordo com o Ministério da Saúde, a vacina Pentavalente protege os bebês contra cinco doenças: difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e meningite. A vacina, em três doses, é obrigatória para crianças de dois, quatro e seis meses de idade.

A meningite, por exemplo, é uma doença perigosa e que pode ser fatal, principalmente em crianças. A doença pode ser prevenida através da vacina, fornecida ainda nos primeiros anos de vida. Por isso, quando a dose está em falta na rede pública de saúde representa um risco para as crianças.

Já a vacina Tetraviral, também em falta em Sorocaba, previne contra quatro doenças: sarampo, caxumba, rubéola e catapora. A dose é indicada para as crianças de 15 meses até quatro anos de idade.

Atualmente várias cidades do Estado de São Paulo estão apresentando casos de sarampo, como, por exemplo, Sorocaba que só este ano já teve 24 casos confirmados da doença. O Estado inclusive é o que mais está confirmando casos de sarampo este ano em todo o país.

E a vacina DTP, também chamada de tríplice bacteriana, é capaz de imunizar os seres humanos contra difteria, tétano e coqueluche. Também em falta na cidade, ela é indicada como 1º reforço aos 15 meses e o 2º reforço aos 4 anos de idade.

O tétano, por exemplo, é uma doença grave causada pela infecção da bactéria Clostridium tetani, que entra no corpo por meio de feridas e produz uma toxina que age no sistema nervoso central, provocando fortes contrações musculares que podem matar. É possível prevenir o tétano por meio da vacina. (Ana Cláudia Martins)

Comentários

CLASSICRUZEIRO