Cruzeirinho

Revolta dos gizes de cera

Revolta dos gizes de cera
Crédito da foto: Divulgação

Vanessa Marconato Negrão

Você já parou para pensar no que acontece com os seus gizes de cera depois que você os guarda na caixinha?E se ali, no escurinho do papelão, eles pudessem conversar? Do que eles falariam?

Diego, um menino que adora colorir, dono dos gizes de cera, teve uma surpresa ao abrir a caixa na escola: havia uma pilha de cartas em seu nome. Cada giz tinha lhe escrito uma carta de protesto. O vermelho, por exemplo, escreveu reclamando por ter tanto trabalho. Eram tantos carros de bombeiro, morangos e maçãs… Ele achava um absurdo ter que trabalhar até nos feriados. A roupa do Papai Noel, os corações do Dia das Mães e do Dia dos Namorados, tudo era vermelho!

Leia mais  Pequenos e conscientes: crianças aprendem a se prevenir de doenças

Cada giz fez sua reclamação. E, na minha opinião, todos eles tinham motivos muito convincentes.Depois de ler esse livro eu nunca mais deixei de imaginar se os meus gizes de cera estão tristes ou felizes. No que será que estão pensando? Será que o giz roxo é muito bravo? E o amarelo? Deve ser medroso!

Escrita por Drew Daywalt, premiado autor de vídeos e filmes, a obra é ilustrada por Oliver Jeffers, que além de fazer desenhos lindos, também é autor de livros infantis incríveis. O livro é da Editora Salamandra.

Vanessa Marconato Negrão é professora e apaixonada por literatura infantil.

Comentários