Cruzeirinho

Mais especial que os presentes é a união da família no dia do Natal

A celebração em família pelo nascimento do menino Jesus é o que dá alegria e torna o Natal uma data tão esperada
Mais especial que os presentes
Crédito da foto: Emidio Marques

“O melhor dia do ano.” É assim que as crianças definem o Natal. Mais especial que os presentes trazidos pelo Papai Noel, os pequenos contam que a união familiar para celebrar o nascimento do menino Jesus é o que dá alegria e torna essa data tão esperada. A reportagem do Cruzeirinho foi até a Biblioteca Infantil Municipal Renato Sêneca de Sá Fleury na semana passada para conversar com as crianças a respeito do tema. Na ocasião, a arte-educadora Paula Cristina Minatogawa estava ensinando origamis com o tema natalino, e o músico Beto Costa embalava a tarde de atividades com canções de Natal.

Mais especial que os presentes
Isadora gosta da casa lotada. Crédito da foto: Emidio Marques

Enquanto faziam as dobraduras, os pequenos — que estão aproveitando as férias — contaram sobre suas expectativas para a tão esperada data. Os irmãos Otávio Brugnerotto, 7 anos, e Isadora Brugnerotto, 12 anos, disseram que a família é muito grande e o almoço natalino é uma das poucas ocasiões que todos se reúnem. “É um dia muito feliz porque todo mundo está junto, conversando, trocando presentes e comemorando Jesus”, comenta o caçula.

Mais especial que os presentes
Otávio afirma que é um dia feliz. Crédito da foto: Emidio Marques

Otávio conta que ainda não escreveu sua carta para o Papai Noel, mas pedirá luvas de goleiro, já que futebol é seu esporte predileto. A irmã conta que espera ganhar uma mochila. “O presente é legal, mas eu gosto mesmo de ver a casa lotada”, relata.

Leia mais  Crianças têm aula sobre sustentabilidade na CEI-08, em Sorocaba
Mais especial que os presentes
Marla: Papai Noel esteve em sua casa. Crédito da foto: Emidio Marques

Marla Maria Oliveira Melo, 7 anos, conta que o Natal e o dia de seu aniversário, em 13 de abril, são as datas de que mais gosta. Ela relembra que o Papai Noel já esteve em sua casa e a presenteou com um ioiô. Para este ano a pequena conta que não escolheu o que quer, mas tem certeza de que gostará do presente. “Eu gosto mais ainda de dar presente para os outros.” Marla tem quatro irmãos e conta que a montagem da árvore de Natal é um momento muito aguardado em casa.

Mais especial que os presentes
Sarah fica animada com os preparativos. Crédito da foto: Emidio Marques

Os preparativos para a ceia e a chegada dos parentes também é o que anima Sarah Silva, 8 anos, e Cristofer Rodrigues, 10 anos. A menina conta que costuma receber bastante gente em casa para a celebração do nascimento de Jesus. “Vem a minha família toda.” Já Cristofer conta que até a avó, que mora em uma cidade distante, virá para participar da ceia. Sobre o presente, ele contou que deseja ganhar algum brinquedo, mas não fez nenhuma exigência ao bom velhinho. Giulia Kanedo, 10 anos, pediu um par de patins, mas conta que está mais ansiosa para a festa de Natal do que pelo presente. “É o dia que eu mais gosto por poder abraçar todo mundo, que às vezes fica longe durante o ano”, relata.

Leia mais  E para quem gosta de música... Projeto Guri!
Mais especial que os presentes
Giulia gosta de poder abraçar todo mundo. Crédito da foto: Emidio Marques

Histórias é o que não faltam

Mais especial que os presentes
Cristofer: a avó vem de outra cidade. Crédito da foto: Emidio Marques

Enquanto as crianças faziam as dobraduras, a arte-educadora Paula Cristina Minatogawa contava algumas histórias de Natal, entre elas sobre o Papai Noel. “Muitos acreditam que ele é uma invenção, mas ele existe de verdade: um velhinho muito bonzinho, que gosta de ajudar todos.” Ao redor do mundo, Papai Noel tem inúmeros nomes, como Santa Claus, Pai Natal, Viejito Pascuero, Babbo Natale, Joulupukki, Père Noel, entre outros.

Já a árvore de Natal, decorada com bolas, luzes e estrelas, tem diversas origens, mas o pequeno Otávio, que estava participando da oficina de origamis (e fez uma linda árvore de dobradura), contou essa história:

Mais especial que os presentes
Crédito da foto: Larissa K / Pixabay

“Quando o Menino Jesus nasceu, todas as pessoas ficaram alegres e todos queriam dar algum presente. Perto de onde o menino Jesus dormia, num berço de palha, havia três árvores: uma palmeira, uma oliveira e um pinheiro.

Vendo aquela gente que ia e voltava da visita a Jesus, passando embaixo dos seus galhos, as três árvores quiseram também dar alguma coisa ao recém-nascido.

Leia mais  É dia de fanfarra e os alunos da Walter Carretero comemoram

– Eu vou dar a minha maior e mais bela palma para que ela abane o bebê, disse a palmeira.

– Eu vou apertar as minhas olivas e o óleo servirá para amaciar os seus pezinhos, disse a oliveira.

– E eu? Que posso dar?, perguntou o pinheirinho.

– Você?, questionou a palma.

– Você não tem nada para dar! Suas agulhas pontudas poderiam picar o Menino Jesus, disse a oliveira.

O pobre pinheirinho sentiu-se muito infeliz e respondeu tristemente:

– É mesmo. Vocês têm razão. Nada tenho para oferecer.

Um anjo que estava ali perto escutou a conversa e teve pena do pinheirinho, tão humilde, tão triste, que nada podia fazer porque nada possuía.

Lá no céu as estrelinhas começavam a brilhar e o anjinho olhou para o alto e chamou-as.

No mesmo instante as estrelas desceram e se acomodaram sobre os ramos do pinheirinho, que ficou iluminado!

Lá do presépio, os olhos do Menino Jesus brilharam ao ver aquela árvore tão linda! É por isso que as pessoas, até hoje, enfeitam com luzes o pinheiro para comemorar o Natal.”

Que bonito, né? Nós, da equipe do Cruzeirinho, aproveitamos a oportunidade para te desejar um FELIZ NATAL!

Comentários

CLASSICRUZEIRO