Cruzeirinho

A importância das abelhas

Sem elas, a produção de alimentos do mundo estaria comprometida
No mundo todo existem cerca de 20 mil espécies diferentes de abelhas. Crédito da foto: AFP / Inti Ocon

 

É sempre impressionante observar a riqueza de detalhes, organização e disciplina das abelhas. Insetos que pertencem à ordem Hymenoptera, que também inclui vespas e formigas, as abelhas estão divididas em cerca de 20 mil espécies diferentes. Parece muito, mas não é. Isso porque tem sido registrada a queda da população dessas pequenininhas nos últimos anos.

As causas para a redução das abelhas no mundo estão ligadas a fatores como mudanças climáticas, uso de pesticidas e perda de habitat natural. E qual a importância disso tudo?

As abelhas estão entre os principais polinizadores, ou seja, animais que transferem o pólen entre as flores, atuando no processo reprodutivo das plantas. Levando grãos de pólen de uma flor para outra, as abelhas ajudam na geração de novas plantas.

Leia mais  Copa Sorocabana de Foguetes acontecerá em março

Sem elas, a produção de alimentos do mundo estaria comprometida, já que muitos dos vegetais que comemos vêm de plantas polinizadas, como manga, abobrinha, feijão.

Vale lembrar que a polinização da Mata Atlântica é feita em grande parte por esses pequenos insetos.

Sem falar da produção de mel, para a qual elas trabalham muito!

Uma abelha produz no máximo cinco gramas de mel por ano e para produzir um quilo de mel é preciso colher o néctar de pelo menos cinco milhões de flores.

É muita coisa. (Cris Leite/Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente/Governo de SP)

Comentários
Assuntos