Buscar no Cruzeiro

Buscar

Acervo

Do sócalo à roseta, os cuidados com o acabamento são essenciais

17 de Fevereiro de 2019

Do sócalo à roseta, os cuidados com o acabamento são essenciais Aplicação de rodapé e rodameio na mesma cor ganha destaque sobre a parede mais escura. Crédito da foto: Robson S. Cachoeira / Divulgação

Em reformas ou novas construções o acabamento é o que define o resultado final - casas mal embolsadas, com paredes onduladas, a pintura invadindo a madeira das janelas e portas, sempre causam impressão de desleixo. E o bom acabamento é a soma de muitos detalhes.

[irp posts="74300" ]

 

Boa parte do processo de acabamento se dá, claro, na construção ou reforma em si; há, entretanto, alguns pequenos truques, digamos assim, que podem ser usados para trazer mais beleza, refinamento, sutileza e beleza aos ambientes. Selecionamos nesta matéria itens arquitetônicos especiais para usar na finalização de portas e janelas e de paredes. Vamos lá!

Rodapé

Do sócalo à roseta, os cuidados com o acabamento são essenciais Rodapé, rodateto, rodameio, guarnições, sócalos e rosetas, no projeto de Josiane Flores (Santa Luzia). Crédito da foto: Miro Martins / Divulgação

O rodapé é uma faixa de proteção que se coloca ao longo das bases das paredes, junto ao piso. Os rodapés podem ser de madeira, cerâmica, pedra, mármore, plástico, isopor reciclado, etc. A sua função é cobrir o ponto de encontro entre a parede e o chão, e também essa região de pontapés e de desgaste. Em ambientes onde o piso será lavado, o material do rodapé deve ser resistente à umidade. Podem ser lisos, apresentar frisos negativos ou positivos, ou podem ser sobrepostos, retos ou abaulados. Antigamente, dizia-se que o rodapé deveria ser do mesmo material e cor do piso. Isso não existe mais. Ele pode se destacar da parede e do piso, ou se confundir com eles.

Sua função deixou de ser apenas de proteção do acabamento das paredes e passou a apresentar um papel fundamental como artifício decorativo. Lembre-se que ambientes com pé direito (altura do chão ao teto) pequeno não aceitam bem rodapés altos - procure seguir a regra: rodapés altos para pé-direito alto.

Rodateto ou Sanca

Do sócalo à roseta, os cuidados com o acabamento são essenciais Rodateto linha clássica Santa Luzia - projeto Decoreclick. Crédito da foto: Divulgação

Solução estética que contribui com a decoração e aprimora o acabamento da junção entre o forro e a parede, o rodateto, ou sanca, pode ser fabricado a partir de diferentes elementos, como gesso, isopor, PVC ou madeira. Pode ter diversos formatos e ainda embutir ou não a iluminação. De acordo com o formato, as sancas podem ser classificadas como: sanca aberta - quando existe uma abertura voltada para o centro do teto, permitindo uso de iluminação. Neste caso a iluminação é projetada da sanca para o teto; sanca invertida - quando existe um rebaixamento do forro no centro fazendo com que a abertura da sanca fique voltada para a parede. Neste caso a iluminação é projetada da sanca para as paredes. Sanca fechada - quando não existe abertura, não permitindo o uso de iluminação indireta.

Rodatetos coloridos ou com muitos detalhes no formato podem atrair a atenção, sobressaindo demais em relação ao resto do aposento.

Rodameios

O rodameio nada mais é do que uma moldura aplicada no meio da parede, com o intuito de dividir a parte de baixo da de cima, conferindo um visual diferente ao ambiente, que pode receber tipos diferentes de pintura. O rodameio tem sido bastante procurado atualmente, e o mercado da arquitetura vem apresentando resultados ricos em detalhes e acabamentos cada mais requintados. Os imóveis de hoje em dia precisam ter diferenciais para chamar a atenção e para garantir sua valorização em relação aos concorrentes.

Guarnições

Guarnição é uma régua ou sarrafo que cobre o ponto de junção entre a parede e o batente da porta ou da janela. Existe em materiais e formas, espessuras e larguras variados.

Sócalos e Rosetas

Do sócalo à roseta, os cuidados com o acabamento são essenciais Uso do sócalo num projeto de Katia El Badouy. Crédito da foto: Divulgação

O encontro entre perfis decorativos como rodapés e guarnições pode receber complementos para que o acabamento em portas e passagens fique ainda melhor. “O sócalo é utilizado para dar um acabamento elegante entre a guarnição e o rodapé“, explica a arquiteta Josiane Flores, coordenadora de produto da Santa Luzia, fabricante de perfis, revestimentos e acessórios. “A dica é escolher o modelo de sócalo cujo comprimento é igual ou no mínimo 1 cm maior que a guarnição e cuja altura seja igual ou no mínimo 2 cm maior que a do rodapé“.

Enquanto o sócalo desempenha o importante papel nas junções inferiores, a roseta é aplicada nas quinas superiores das portas e passagens, ou seja, no encontro entre duas guarnições. “Diferente do sócalo, o comprimento e a altura da roseta deve acompanhar as medidas da guarnição“, orienta Josiane. (Da Redação)