Casa e Acabamento

Dicas para manter o telhado pronto para enfrentar o verão

As fortes chuvas e ventos comuns nesta estação podem trazer problemas se as telhas, calhas e rufos não estiverem em perfeito estado
Dicas para manter o telhado pronto para enfrentar o verão
Em telhados à vista, como nas garagens, é mais fácil identificar trincas que levam às infiltrações. Crédito da foto: Fábio Rogério

Problemas com telhados são bastante comuns e, com a chegada do verão — e suas chuvas e ventos mais intensos — é preciso fazer uma vistoria para evitar infiltrações. A engenheira civil Aline Vaz Ribeiro destaca que, além dos fenômenos naturais, muitos problemas podem ocorrer por falhas na execução ou no desempenho dos materiais. Fazer manutenção periodicamente, aponta, pode evitar que a estrutura da cobertura, as lajes e demais elementos estruturais sejam comprometidos.

Além das telhas, a engenheira destaca que é preciso verificar calhas e rufos, que podem entupir com folhas. Também vale verificar ralos e escoamentos na parte externa da casa. “No caso do telhado, recomendo sempre que essa vistoria seja feita por um profissional, para evitar acidentes e também para não danificar as telhas”. Já no caso das calhas, segundo Aline, uma limpeza utilizando vassoura e mangueira já pode ajudar. “Se for uma obstrução muito grande, aí um calheiro vai conseguir resolver o problema mais facilmente e de forma eficaz”, afirma.

Leia mais  Como agir em casos de vícios construtivos?

Segundo Aline, em imóveis com a telhado à vista na parte interna ou então em garagens, é fácil encontrar onde está a falha entre as telhas, que geralmente ocasionam goteiras. Já quando a casa conta com laje ou forro, as infiltrações causarão manchas na laje, estufamento nas paredes e descascamento de pintura. “Um telhado com problemas pode destruir o forro da casa. No caso do forro de gesso, por exemplo, não pode ter contato nenhum com umidade, pois pode cair”, destaca a engenheira.

Sempre que há infiltrações e suspeita de telhas quebradas é prudente realizar uma inspeção, que pode evitar prejuízos maiores. A engenheira ressalta, porém, que um profissional capacitado, ao realizar esse serviço, deve evitar pisar diretamente sobre as telhas, principalmente quando estiverem molhadas. O ideal, recomenda, é posicionar uma tábua e caminhar sobre ela, distribuindo assim o peso do corpo.

O engenheiro civil e construtor Luís da Guia Oliveira explica que para evitar problemas futuros com telhado do imóvel é preciso ter atenção com a inclinação correta. “Cada tipo de telha pede um grau de inclinação. A telha de barro, por exemplo, pede 30% de inclinação. Se fizer menos que isso, vai causar infiltração com certeza”, afirma. A estrutura do telhado, conta, pode ser feita de diferentes materiais, sendo o mais comum a madeira.

Leia mais  Como agir em casos de vícios construtivos?

Calhas, rufos e ralos

Dicas para manter o telhado pronto para enfrentar o verão
O ângulo de inclinação e o estado de conservação das telhas, além da limpeza das calhas, são aspectos a serem observados. Crédito da foto: Fábio Rogério

Oliveira conta que para evitar infiltrações, a vedação dos rufos também é fundamental. “Não adianta comprar bons materiais e usar de forma errada.” Os rufos, explica, são os elementos de vedação entre a alvenaria e cobertura, formando uma barreira física para evitar os vazamentos. Quando é realizada uma inspeção nas telhas e não há nenhuma quebrada, Oliveira afirma que o problema pode estar na instalação dos rufos, principalmente se a infiltração for lateral.

Já as calhas são os canais por onde é drenada a água da chuva e normalmente apresentam problemas depois de períodos longos sem chuvas, quando muita sujeira acumula e acaba entupindo os tubos de queda. Para verificar a eficácia dessas calhas, Aline afirma que com uma mangueira é possível fazer a limpeza e depois testar. “Se a obstrução não for tão grande, a força do jato de água consegue resolver.” Quando o problema de escoamento é devido a falha de dimensionamento, ou seja, uma calha pequena para grande volume de água, é preciso refazer o trabalho para garantir a drenagem correta da água pluvial.

Leia mais  Como agir em casos de vícios construtivos?

Para evitar problemas nos ralos é importante que nunca se varra a sujeira para dentro deles, já que a função é escoar água. Jogar um pouco de água nos ralos e sifões quando estiverem muito tempo sem uso também evita mau cheiro. Os profissionais recomendam que uma vez ao mês os compartimentos sejam limpos. Para fazer essa higienização basta remover as tampas e, utilizando uma luva de borracha, retirar os possíveis resíduos. Não é recomendado utilizar pedaços de ferro, madeira e cabo de vassoura para essa limpeza, pois esses objetos podem danificar o encanamento.

Comentários