Casa e Acabamento

Conheça a praticidade e versatilidade do ecogranito

Conheça a praticidade e versatilidade do ecogranito
O ecogranito pode ser usado em pisos, mesas, paredes, fachadas e bancadas. Crédito da foto: Divulgação / ecogranito.com.br

A construção civil é um dos segmentos da indústria que mais geram resíduos. A grande quantidade de matéria-prima demandada pelo setor, aliada ao seu alto índice de perdas por desperdício, fazem com que a sustentabilidade se torne uma prioridade para empresas envolvidas nessa área de atuação.

Com isso, é possível identificar uma série de iniciativas e produtos que são desenvolvidos com os objetivos de cooperar na amenização dos impactos provocados pelo setor sobre a natureza, promover o reaproveitamento de matérias-primas, incentivar o descarte adequado de sobras e lixos e oferecer alta qualidade e praticidade.

Um destes exemplos são os revestimentos em ecogranito. De acordo com a diretora de marketing da organização que tem o mesmo nome, Simone Las Casas, o produto é uma alternativa inovadora, versátil e comprometida com o meio ambiente. “Criado a partir do beneficiamento de resíduos provenientes da extração das rochas de mármore e granito em jazidas, o nosso revestimento consiste em uma massa acrílica de base aquosa, que é adaptável a superfícies de diversos materiais, formatos e tamanhos. O processo de produção de nosso material não inclui o uso da técnica de corte de rochas, o que acaba impedindo a exploração abusiva e o desperdício de matéria-prima. Por reutilizar resíduos, também contribuímos para o descarte adequado de substâncias nocivas ao meio ambiente”, ressalta.

Leia mais  Da decoração ao design, 10 boas apostas

Segundo Simone, o revestimento, que possui aparência muito semelhante ao granito, foi criado a partir da tecnologia japonesa de impermeabilização inteligente, que já foi testada e adaptada ao Brasil. “Além de oferecer uma infinidade de opções de cores e um bom custo-benefício, o ecogranito se destaca também pela praticidade e versatilidade de sua aplicação. Diferente da instalação de pedras e rochas, o nosso revestimento possui grande flexibilidade, leveza e fácil aderência, características que permitem a sua utilização em vasos de plantas, mesas, objetos decorativos, paredes internas, fachadas, bancadas, contêineres, entre outras possibilidades”, detalha.

Simone explica que adotar práticas ambientalmente corretas ainda é um grande desafio para a área de construção civil, mas no fim, os obstáculos se mostram bem menores do que os benefícios. (Da Redação)

Comentários