Casa e Acabamento

Como trocar a resistência do chuveiro?

Com a resistência nova em mãos, deve-se desligar a energia elétrica para evitar choques
Como trocar a resistência do chuveiro?
É preciso ferramentas e alguma habilidade para desmontar o chuveiro elétrico. Crédito da foto: Divulgação

Um chuveiro elétrico queimado não significa que é preciso comprar um novo. A economia e a natureza agradecem se você conservar o aparelho, trocando a resistência. O gasto é menor e o material, principalmente plástico, não corre o risco de ir parar num aterro caso não seja reciclado.

Na maioria das vezes, o motivo de um chuveiro queimado é a resistência. A troca desse componente metálico essencial para aquecer a água pode ser feita facilmente em modelos de chuveiros e duchas mais modernos. A peça é encaixada e pode ser substituída sem remover o chuveiro do lugar.

A corrente elétrica aquece a resistência do chuveiro, que por sua vez esquenta a água quando ela passar por dentro do chuveiro. Nos chuveiros de modelos mais antigos, geralmente de carcaça metálica, a troca da resistência é um pouco mais demorada, pois é preciso desmontá-lo e instalar a resistência, em forma espiral, e conectar as extremidades.

Leia mais  Telhado verde reduz temperatura e evita enchentes

Outro tipo de problema para o chuveiro não funcionar é a fiação elétrica, daí é necessário chamar um eletricista.

Mas se for mesmo a resistência queimada, o primeiro passo é identificar a marca e o modelo do chuveiro, para comprar a resistência certa. É preciso um mínimo de habilidade com ferramentas e pequenos consertos para executar a troca.

Com a resistência nova em mãos, deve-se desligar a energia elétrica para evitar choques. Também é importante usar calçado de borracha, que serve como isolante, e secar o banheiro para não ocorrer acidente.

Como trocar a resistência do chuveiro?
A resistência é substituída facilmente em modelos de chuveiros mais modernos. Crédito da foto: Divulgação

Dependendo do modelo será preciso removê-lo da parede. O chuveiro deve ser aberto para se chegar à resistência e retirá-la. Os contatos (terminais) da resistência têm de ser limpos, assim como toda a câmara, já aproveitando a oportunidade. Para isso use escova ou lixa. Deve-se tomar cuidado para não perder ou danificar vedações ou peças menores. Se houver orifícios entupidos do chuveiro, use um alfinete ou agulha para desentupi-los.

Leia mais  Mesa quadrada ou mesa redonda?

Na própria embalagem da resistência nova há orientações de como fazer a troca com segurança e de maneira eficiente. Se não for suficiente, peça ajuda de alguém. O importante é tomar cuidado e não correr riscos desnecessários. A resistência deve ser instalada na mesma posição que a antiga.

Depois disso, monte o chuveiro. Se for necessário, instale novamente ao cano. Antes de ligar o disjuntor da energia elétrica, deixe a água fluir por alguns segundos para retirar todo o ar do interior. O objetivo é evitar que a nova resistência queime porque ela deve funcionar sempre com a água fluindo. Em seguida, ligue o disjuntor e teste o chuveiro normalmente.

Fabricantes recomendam que os chuveiros com regulagem eletrônica de temperatura devem ser deixados na posição desligado ou verão após o uso, principalmente se ao abrir a válvula a água demora um pouco até chegar. A temperatura pode ser regulada com o chuveiro aberto, para que a resistência esquente de maneira gradativa. Esse procedimento dá maior durabilidade ao chuveiro.

Comentários