Covid-19 Sorocaba e Região

Voluntários espalham água e sabão em diversos pontos de Sorocaba

Objetivo é auxiliar na higienização de quem está trabalhando ou mora nas ruas
Itens de higiene foram colocados em lugares acessíveis, como árvores, postes e em frente às casas. Crédito da foto: Divulgação

Quem mora nas ruas ou segue trabalhado pela cidade e não tem um frasco de álcool gel consigo pode se deparar com garrafas plásticas com água e sabão colocadas em vários pontos de Sorocaba. A iniciativa, bastante simples, foi criada pelo grupo de amigos que integram o “Bendita Turma” a fim de tornar acessível a principal forma de prevenção ao novo coronavírus.

Higienizar as mãos é imprescindível no combate a doença, mas a jornalista e integrante da “Bendita Turma” Sandra Vergili, 53, contou que os amigos perceberam que as pessoas em situação de rua, coletores de lixo e quem trabalha na coleta de materiais recicláveis sofrem com a dificuldade de se proteger. “A Tati Romano teve essa ideia e todo mundo abraçou. Colocamos as garrafas com água e o recipiente de sabão na frente das casas, pendurados em árvores, postes, em lugares acessíveis”, contou.

Leia mais  Megaferiado exigiu adequação trabalhista

Ela lembra que durante as movimentações para planejar ações em meio a quarentena, o grupo, formado por aproximadamente 50 pessoas, deparou-se com uma frustração: as pessoas queriam ajudar, mas não podiam doar dinheiro porque elas próprias estavam em dificuldades. A ideia, que não demanda praticamente nenhum investimento financeiro, pode ser vista em vários locais de Sorocaba. “Eu coloquei em um ponto de ônibus na avenida Londres e fiquei responsável por sempre substituir e manter os recipientes completos”, contou a jornalista.

Medida pode ajudar pessoas em situação de rua, coletores de lixo e quem trabalha na coleta de materiais recicláveis. Crédito da foto: Divulgação

Renata Antunes Rosa Nilsen, 35, é proprietária de uma distribuidora de roupas infantis e além de doar peças, ela também disponibilizou kits de higiene pelas ruas de Sorocaba. Um dos locais é no Alto da Boa Vista, próximo de onde reside. O outro ponto com água e sabão fica na região central, próximo de sua empresa. “Nós mudamos o cartaz que é colocado junto com o kit. Inserimos uma imagem explicando que deve ser usado para lavar as mãos, pois podem ter analfabetos precisando também”, destacou.

Ajuda de todas as formas

Sandra lembra que o grupo entrou na quarentena finalizando um bazar para ajudar a Casa Nossa Senhora das Graças, que acolhe crianças e adolescentes em situação de abandono e maus tratos encaminhadas pelo Conselho Tutelar. “Quando começou a orientação do isolamento ficamos pensando em como isso ia nos afetar. Primeiro nos cotizamos e doamos dinheiro para compra de cestas básicas e cestas de higiene para 40 famílias do Habiteto”, relembra.

Leia mais  Queiroga, sobre liberação de cultos: decisão judicial ninguém discute, cumpre-se
A missão do grupo de amigos é promover ações como arrecadação de alimentos e roupas para famílias em situação de risco e captar recursos para aplicar em projetos sociais. Crédito da foto: Divulgação

Nessa primeira ação durante a quarentena, o Bendita Turma também conheceu a Pastoral do Menor, que estava atendendo não só o Habiteto, mas também outros bairros. “Novamente arrecadamos dinheiro para compra de cestas básicas, álcool em gel, produtos de limpeza e fraldas.” A partir daí, conta Sandra, cada membro do grupo foi encontrando mais pessoas em dificuldade e então começaram a entrar em contato com empresas em busca de parcerias.

A missão do grupo de amigos, conta a jornalista, é promover ações como arrecadação de alimentos e roupas para famílias em situação de risco e captar recursos para aplicar em projetos sociais. Eles também realizam um trabalho de capacitação das entidades para que elas possam conseguir recursos e fazer a prestação de contas à sociedade. “A ajuda não vem somente com dinheiro, se preocupar, doar tempo e atenção também causam grandes mudanças”, finaliza.

Comentários