fbpx
Sorocaba e Região

Vereador critica sindicato após vídeo sobre apostilamento na rede de ensino

Irineu Toledo (PRB) reclamou de vídeo em que recebe críticas do presidente do SSPMS
Irineu Toledo visitou a Secretaria de Educação. Foto: Assessoria de Imprensa da Câmara

O vereador Irineu Toledo (PRB), líder do governo Crespo na Câmara, usou o microfone da tribuna no plenário, durante a sessão desta quinta-feira (1), para fazer várias críticas ao presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Sorocaba (SSPMS), Salatiel Hergesel. Usando palavras duras como “imundo”, “amoral” e “nojento”, o vereador negou o que Salatiel falou sobre ele, em um vídeo que foi postado ontem na página da rede social do sindicato. No vídeo, Salatiel afirma que o vereador ofendeu os servidores municipais da Educação, que criticaram Irineu Toledo depois que ele fez uma visita na Secretaria da Educação (Sedu). O objetivo da visita era conhecer a proposta da pasta de apostilamento do Sistema Sesi na rede municipal de ensino.

Na visita, segundo Irineu, o próprio secretário da Educação, André J. Gomes, gravou um vídeo com o vereador e depois postou o mesmo em sua rede social, o que gerou comentários e críticas ao vereador, que respondeu e rebateu as críticas que recebeu. Em um dos comentários, segundo o sindicato, o vereador teria dito que os professores são contra o apostilamento porque eles terão que trabalhar mais.

O SSPMS repudia as falas do vereador Irineu Toledo. Veja o que diz o presidente do sindicato, Salatiel Hergesel. ⤵️"…

Publicado por SSPMS – Sindicato em Quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Para Salatiel, o comentário do vereador ofendeu os professores e por isso ele gravou um vídeo para criticar os comentários de Irineu Toledo. Salatiel também disse que os servidores não devem dar “bola” aos comentários do vereador porque ele teria sido “expulso da Universal e que seria um pastor sem igreja e que portanto não será mais eleito”. A fala de Salatiel no vídeo gerou as duras críticas feitas por ele nesta manhã na sessão da Câmara. Irineu disse que Salatiel não tem nada a ver com a vida pessoal dele e que ele não quis ofender dos professores e muito menos disse que eles não trabalham.

Comentários