Sorocaba e Região

Valdir Landulpho morre aos 84 anos

Valdir Landulpho morre aos 86 anos
Valdir trabalhou 40 anos em cartório. Crédito da foto: Pedro Negrão / Arquivo JCS (19/9/2011)

Um dos cartorários mais antigos de Sorocaba, Valdir Scipioni Landulpho morreu na última sexta-feira (19), aos 84 anos, em decorrência de complicações da Covid-19. Sorocabano vindo de uma família tradicional da cidade, Landulpho começou a trabalhar aos 15 como contínuo do cartório que ficava no prédio dentro do Fórum de Sorocaba, na praça Frei Baraúna. Ao longo da carreira, trabalhou ao lado de tabeliões e cartorários tradicionais da cidade, como Vitor Monaldo e Renato Mascarenhas.

Ao se aposentar no cargo de escrivão interino no Cartório Renato após mais de 40 anos de carreira, abriu um escritório de elaboração de escrituras na região central que levava o seu nome. Lá, ao lado do filho Luiz Otávio, trabalhou até 2011, quando foi diagnosticado com Alzheimer.

Valdir Scipioni Landulpho também serviu como voluntário em várias entidades assistenciais da cidade e foi presidente do Banco de Leite Materno de Sorocaba. Apaixonado por esportes, ele também atuou como árbitro de voleibol e integrou a antiga Comissão Central de Esportes, órgão responsável por coordenar de delegação de atletas de Sorocaba em competições esportivas como os Jogos Regionais.

Leia mais  GCM atende a 6 denúncias de aglomeração na cidade

Landulpho, que gostava de brincar que fazia aniversário a cada quatro anos — nasceu 29 de fevereiro de 1936 — completaria 85 anos no próximo dia 1º de março, data em que foi registrado. Ele deixa a esposa Nilza Aparecida, seis filhos, onze netos e quatro bisnetos. O corpo de Landulpho foi sepultado na sexta-feira (20), no Cemitério Pax, no bairro Árvore Grande. (Da Redação)

Comentários