Sorocaba e Região

Vacinação é baixa no 1º dia de campanha contra a pólio em Sorocaba

Estimativa é vacinar 31.256 crianças contra a pólio até 30 de outubro
Saúde inicia vacinação contra a pólio para crianças de até 5 anos
Somente em dois centros de saúde a procura pela vacina foi intensa. Crédito da foto: Vinícius Fonseca (5/10/2020)

As 32 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Sorocaba começaram nesta segunda-feira (5) a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite para crianças de até menos de 5 anos. Porém, no 1º dia, a procura pelas vacinas foi considerada baixa. Conforme a Secretaria da Saúde de Sorocaba (SES), apenas as unidades Barão e Fiori tiveram uma alta procura.

Ainda, conforme a SES, a estimativa é vacinar 31.256 crianças. Já na multivacinação, pela qual serão atendidas as crianças e adolescentes, a estimativa é de 98.198.

A campanha segue até o dia 30 deste mês junto à Campanha Nacional de Multivacinação para crianças e adolescentes menores de 15 anos, não vacinados ou com esquemas incompletos de qualquer vacina.

Eles devem comparecer às unidades de saúde para atualizar a caderneta de vacinação.

Covid-19 e a multivacinação

A SES alerta, entretanto, que os pais ou responsáveis por crianças e adolescentes devem procurar as UBSs mesmo com a pandemia da Covid-19.

A pasta reforça ainda que a vacina contra a Poliomielite (paralisia infantil) é de extrema importância para manter as crianças imunes à doença.

Nas UBSs da cidade, a aplicação é feita das 8h às 16h, e as pessoas devem usar máscara de proteção facial e observar as demais recomendações de prevenção.

Além do objetivo de reduzir o risco da reintrodução do poliovírus e promover acesso às vacinas, as campanhas visam também a atualização da situação vacinal e, dessa forma, aumentar as coberturas vacinais de crianças e adolescentes, para diminuir a incidência das doenças.

Assim, entre as vacinas disponíveis na campanha de multivacinação estão: BCG, de prevenção contra a tuberculose; Pentavalente, contra a difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e influenza B; Rotavírus humano, contra a diarreia; Pneumocócica 10, que protege contra a pneumonia, meningite e otite; Meningocócica C e ACWY, contra meningites; Tríplice viral, que previne contra sarampo, caxumba e rubéola; Antivaricela; Vacina HPV, que evita tipos de câncer em jovens; Hepatite A e Febre Amarela.

Além disso, haverá o “Dia D” de vacinação no dia 17 de outubro, um sábado, das 8h às 17h, nas UBSs.

Mães levam crianças

A dona de casa Vânia Cristina Sabino, 34 anos, estava com o filho de 2 anos na UBS da Vila Haro nesta segunda-feira (5), mas não sabia do início da campanha de vacinação.

Ela disse que a caderneta de vacinas do filho está em dia, mas que voltaria na unidade de saúde para conferir.

“Trago meu filho para tomar todas as vacinas certinho, pois é muito importante para evitar doenças. Ele tomou da gripe e outra que estava faltando e agora vou verificar se tem mais alguma faltando”, disse.

Já na UBS da Vila Gabriel, algumas mães, pela manhã, levaram seus filhos para tomar a vacina ou para verificar se a caderneta estava atualizada. (Ana Cláudia Martins)

Comentários