Sorocaba e Região

Três chapas concorrem à diretoria da 24ª Subseção da OAB de Sorocaba

Eleição acontece no próximo dia 29, na Casa da Advocacia e da Cidadania, no Alto da Boa Vista

Acontece no próximo dia 29, na Casa da Advocacia e da Cidadania, a eleição da nova diretoria da 24ª Subseção da Ordem dos Advogados (OAB) de Sorocaba para o triênio 2019/2021. Participam do pleito três chapas. A chapa 1, “OAB no Rumo Certo”, é encabeçada pela advogada Maria Cláudia Tognocchi Finessi; a de número 2, “Inova Advocacia”, pelo advogado Márcio Leme, e a chapa 3, “Reconstruindo a OAB Sorocaba”, pelo advogado Gustavo Campanati.

Leia mais  Conheça os candidatos para diretoria da OAB em Sorocaba

 

Na mesma data, a advocacia paulista também elegerá, além das subseções da OAB, a diretoria Seccional, conselhos seccionais e federais, além de diretores da Caixa de Assistência aos Advogados de São Paulo (CAASP). A eleição será das 9h às 17h. A Casa da Advocacia e da Cidadania fica na avenida Três de Março, 495, no Alto da Boa Vista. Conheça abaixo a proposta de cada um dos três candidatos pela presidência da 24ª Subseção da Ordem dos Advogados (OAB) de Sorocaba.

Chapa 1

Advogada Maria Cláudia Finesse. Crédito da foto: Erick Pinheiro.

Maria Cláudia Finesse: ‘OAB no Rumo Certo’

Gestão compartilhada com a criação de uma diretoria institucional extensiva, para fazer frente a várias áreas de atuação da advocacia e assim aumentar a atuação da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) diante das problemáticas da advocacia, bem como intensificar a defesa das prerrogativas com combate às ofensas e o trabalho educativo, para que se evite a obstrução do exercício profissional. Essas são algumas das propostas de gestão encampadas pela advogada Maria Claudia Tognocchib Finesse, candidata a presidente da OAB local pela chapa 1,”OAB no Rumo Certo”.

Preocupada em atender às demandas da classe, Maria Cláudia Finesse apresenta, em diversos tópicos de sua plataforma de gestão. Os itens que vão desde uma administração independente e apartidária, até o aperfeiçoamento e promoção profissional, especialmente para quem ainda é iniciante, além da criação de coworking e incubadora jurídica para auxiliar e orientar o ingresso no mercado de trabalho. Defende também a ampliação de convênios e apoios, implantação do plano de valorização da mulher advogada, realização de oficinas de aprimoramento e promoção de formação turmas de estudo, realização de networking para fomento de parcerias e negócios, promoção de campanhas de valorização de honorários advocatícios, ampliação do projeto OAB vai à Escola, atuação frente às temáticas dos direitos humanos, construção da nova sede da Casa da Advocacia e Cidadania, inserção de maior número de mulheres nos quadros da OAB, entre outros.

A candidata disse ter aceito o convite “pela representatividade que o cargo ocupado por uma mulher traz para a sociedade como um todo”. Maria Cláudia Finessi também lembrou que a única presidente da OAB local até hoje foi Heloísa Dini, em 1985. A chapa 1 é composta ainda por Caio Gimenez (vice), Thaís Rabello (secretária geral), Mônica Molica (secretária adjunta), e Renato de Freitas Dias (tesoureiro).

Chapa 2

Advogado Márcio Leme. Crédito da foto: Erick Pinheiro.

Márcio Roberto de Castilho Leme: ‘Inova Advocacia

Aproximar a advocacia da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) por meio de três pilares, que são missão (resgatar o sentimento de pertencimento da classe como parte indissociável da OAB), visão (a OAB sendo reconhecida como referência de gestão voltada aos interesses da advocacia e se firmar como instituição apartidária), e valores (ética e respeito às diferenças e atuando sempre com propósito coletivo). Esse é o principal projeto de gestão para o triênio 2019/2021 do advogado Márcio de Castilho Leme, que lidera a chapa 2 (Inova Advocacia).

De acordo com o candidato à presidência da 24ª Subseção da OAB, o objetivo “é trabalhar para os interesses da classe, como por exemplo adotar medidas de forma objetiva contra os desmandos da agência do INSS, desmandos e arbitrariedade na Vara do Trabalho, medidas junto à Corregedoria, Conselho Nacional de Justiça (CNJ), inclusive com ações judiciais contra autoridades que violarem os direitos da advocacia”.

Com as propostas de instalação de espaço para coworking para os novos profissionais, bem como instituir plantões para atender advogados experientes com dificuldade para trabalhar com o sistema de processo eletrônico, Márcio Leme destaca que pretende fazer da OAB Sorocaba um pólo de formação profissional, com cursos, simpósios e seminários de âmbito regional.

Outra proposta é a de fomentar a advocacia empreendedora para que os profissionais atuem em novos ramos de trabalho, por meio de parcerias como com o Ciesp, Parque Tecnológico de Sorocaba e faculdades. Comissão da Adversidade Sexual, e orientação às mulheres vítimas de violência doméstica estão entre os projetos da chapa composta também por João Paulo Milano (vice), Juliana Mazzei (secretária geral), Giovanna Aparecida Maldonado (secretária adjunta), e Fábio Souza Pinto (tesoureiro).

Chapa 3

Advogado Gustavo Campanati. Crédito da foto: Erick Pinheiro.

Gustavo Campanati: ‘Reconstruindo a OAB Sorocaba’

Atuar na defesa das prerrogativas, auxiliar o jovem advogado a se firmar no mercado, bem como os mais experientes a lidar com as novas tecnologias, e promover a formação continuada, estão entre os tópicos da plataforma de gestão do advogado Gustavo Campanati, que encabeça a chapa 3 (Reconstruindo a OAB Sorocaba).

Reconhecendo que as propostas são semelhantes entre as três chapas, exatamente por todos vivenciarem as mesmas necessidades, Gustavo Campanati diz que sua pauta consiste em cinco macrotemas que valorizarão a 24ª Subseção. O primeiro deles é o fortalecimento da classe por meio da garantia intransigente das prerrogativas profissionais. O segundo tema é o apoio e fomento da jovem advocacia e das parcerias profisisonais, como por busca de trabalhos compartilhados (coworking) e auxílio na apresentação de honorários e gestão de escritórios.

Já a terceira pauta se refere ao apoio ao advogado experiente, sendo que muitos estão deixando de atuar por dificuldades em trabalhar com a nova tecnologia, com cursos e treinamentos para utilização dos meios eletrônicos e virtuais de processos. Em seu quarto tópico, Gustavo Campanati aborda o oferecimento efetivo de possibilidade de formação continuada para toda classe, entendendo inclusive que a OAB deveria subsidiar o aperfeiçoamento profissional.

No quinto tópico, o tema é a readequação de espaços físicos, por meio de estudos objetivos e pragmáticos para a implantação do que for viável para melhorar a Casa da Advocacia e Cidadania, e sala nos fóruns, pois entende que “antes de sonhar com nova sede (da Advocacia e Cidadania), devemos cuidar do que temos”. A chapa 3 é também composta por Marco Galduróz Filho (vice), Gabrielle Gabriel Vieira (secretária geral), Claudia Marchetti (secretária adjunta), e Cilne Andrade (tesoureira).

Comentários