Sorocaba e Região

Trabalhos sociais pedem ajuda para poder atender

A ONG Mãos Amigas e o projeto Marmita Solidária precisam de doações
Trabalhos sociais pedem ajuda para poder atender
Doações darão garantia de continuidade à assistência de pessoas carentes. Crédito da foto: Luiz Setti / Arquivo JCS (14/12/2016)

Respeito, amor ao próximo, dignidade, direito, força e compaixão: esses são os valores que formam a base da ONG “Mãos Amigas”, a qual tem como fundadora Elaine Cristina. O projeto, que atende pessoas carentes da região de Sorocaba, está com seu estoque de mantimentos zerado e necessita de ajuda.

A fundadora iniciou o trabalho há cerca de cinco anos, quando a ação ainda se chamava “Vizinhos do bem”. Ela foi convidada por alunos do curso técnico em Administração da Etec Fernando Prestes, descentralizada, com o intuito de formalizar a ideia, como projeto de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) do grupo, sob comando da professora Kelly Miranda Arruda.

A ONG deu muito certo e já ajudou mais de 200 famílias na região. No entanto, sem apoio governamental e nem privado, necessita de mais doações para conseguir suprir a demanda atual. Os estoques de alimentos e outros itens estão zerados, enquanto famílias continuam a pedir ajuda, principalmente após a crise provocada pela pandemia da Covid-19.

Leia mais  Dia Mundial do Gato: campanha incentiva adoção de gatos do Cemitério da Saudade

Para ajudar (retirada ou entrega), basta ligar para (15) 99632-8408 ou levar as doações à rua Lopes Trovão, 113 e 214, na Vila Haro, em Sorocaba.

Marmita Solidária

O projeto Marmita Solidária, que oferece alimentação gratuita para pessoas em situação de rua, também precisa de doações de alimentos, cobertores e embalagens para entrega. O projeto social é realizado por Adriana Lopes. A idealizadora iniciou a ação em meados de abril de 2020 entregando cerca de 40 marmitex, uma vez por semana, para pessoas em situação de rua. Além de alimentos, os voluntários ainda entregam cobertores para aliviar o frio.

O projeto só é possível ser realizado através de doações. Cada dia aumenta o número de moradores de rua para receber as doações, as quais não estão sendo suficientes para todos. Contribuições podem ser agendadas pelo telefone (15) 98800-3020. (Da Redação)

Comentários