Sorocaba e Região

Supermercados podem ter falta pontual de produtos em Sorocaba

Algumas redes de supermercados pedem o consumo consciente durante a pandemia do novo coronavírus
Supermercados podem ter falta pontual de produtos
Arroz, feijão, enlatados e produtos de higiene e limpeza são itens mais procurados. Crédito da foto: Luiz Setti / Arquivo JCS (9/1/2020)

A Associação Paulista de Supermercados (Apas) informou nesta quinta-feira (19) que pode haver falta pontual de alguns produtos, em função do tempo de reposição, já que os supermercados estavam trabalhando com estoques ajustados ao movimento de rotina. Com o avanço do novo coronavírus no Brasil, mais pessoas estão fazendo compras nos supermercados, a fim de garantir alimentos em casa.

Segundo a Apas, o movimento nos supermercados paulistas cresceu 33,4% na terça-feira, dia 18 de março, em comparação com o mesmo dia 18 do mês anterior. Para a entidade, o número representa uma aceleração do consumo por conta do coronavírus e do fato da orientação para que as pessoas fiquem em casa e evitem sair. Arroz, feijão, macarrão, enlatados, congelados e itens de higiene e limpeza são alguns dos produtos mais procurados.

Leia mais  Distribuidoras de gás já limitam venda de botijões por clientes

“Isso significa uma aceleração do consumo, que ocorreu em parte por troca do local de consumo, ou seja, as refeições que eram feitas fora de casa, passaram a ser feitas na residência, em função dos trabalhos a distância (home office), fechamento de escolas e creches (merenda escolar) e migração do consumo em bares e restaurantes e também por antecipação de compra”, destaca a associação.

O presidente da Apas, Ronaldo dos Santos, disse que entidade está mapeando diariamente toda a cadeia produtiva e que a indústria, até o presente momento, está recebendo pedidos dos supermercados e realizando as entregas. “Por isso, a Apas reitera que as pessoas realizem o consumo consciente, pensando na coletividade”, diz Santos.

A Apas informa ainda que por sugestão da associação, alguns supermercados estão reservando horários especiais para atendimento de pessoas idosas e com necessidades especiais.

A associação informa também que neste momento não é necessário que os supermercados adotem nenhum tipo de restrição em relação ao volume de compra individual para cada pessoa. “O Código de Defesa do Consumidor possibilita, em seu artigo 39, que seja condicionado o limite quantitativo de produtos para atender um maior número de consumidores, diante de uma justa causa”, informa a Apas.

Leia mais  Homem está desaparecido há mais de um mês em Sorocaba 

A Apas, contudo, esclarece que continuará acompanhando a situação do coronavírus para orientar diariamente todos os seus supermercados associados, seguindo as recomendações de prevenção do vírus de acordo com as determinações do Ministério da Saúde. “Toda a cadeia do abastecimento está preparada para que não haja falta de produtos nas gôndolas das lojas de todo o Estado”, diz o presidente da associação.

Consumo consciente

Apesar de ainda não estarem limitando a compra de produtos pelos clientes, algumas redes de supermercados pedem o consumo consciente, neste momento, e afirmam que medidas restritivas poderão ser adotadas.

Em Sorocaba, por exemplo, a Rede Bom Lugar pede aos clientes que não façam grande estoque de produtos e alimentos para que não ocorra desabastecimento.

A rede Carrefour informa que para garantir que todos os clientes possam abastecer suas casas, se necessário, poderá limitar a quantidade de compra dos itens básicos mais procurados. “Seja solidário e compre apenas o que for realmente necessário para os próximos dias. Com a colaboração de todos vamos superar este delicado momento”, diz nota da rede de hipermercados. (Ana Cláudia Martins)

Comentários