Sorocaba e Região

Spray de espuma pede atenção de adultos com as crianças no Carnaval

Apesar de não ter a venda proibida em Sorocaba, o produto pode apresentar riscos à saúde
A procura do produto aumenta durante o Carnaval. Crédito da foto: Emídio Marques (24/01/20)

O spray de espuma é um dos acessórios carnavalescos mais usados pelas crianças na hora de cair na brincadeira. Ele divide a preferência com o confete, a serpentina e até mesmo com o recém-chegado glitter.

Aparentemente inofensivo, o spray de espuma é alvo de polêmicas. Especialistas ressaltam que o produto pode causar problemas na pele e nos olhos.

Cuidados

O médico Cassiano Tamura, coordenador de dermatologia da Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Sorocaba, diz ser contra o uso do spray de espuma pelos riscos que o produto oferece. Principalmente para quem tem a pele sensível.

“A pele saudável possui naturalmente uma barreira protetora e, por isso, não vemos a primeiro momento grandes problemas com o produto, mas no caso de peles sensíveis ele pode representar um risco maior. Em um grupo de dez crianças, uma pode ser alérgica e, neste caso, ter uma reação ao produto, mas é difícil manter a criança fora da brincadeira”, afirma.

“É sempre bom lembrar que estamos falando de um produto inflamável e com componentes químicos, ou seja, apresenta risco” – Cassiano Tamura, coordenador de dermatologia da PUC de Sorocaba

Tamura também ressalta o quanto uma brincadeira aparentemente inofensiva pode dar errado. “É sempre bom lembrar que estamos falando de um produto inflamável e com componentes químicos, ou seja, apresenta risco”, reafirma. “A orientação do fabricante é evitar áreas sensíveis, como olhos e boca, mas quando assistimos a brincadeiras do tipo percebemos que o grande divertimento das crianças é justamente mirar nessas áreas, não tem como evitar.”

Caso o spray de espuma seja usado durante o Carnaval, Tamura elenca alguns cuidados básicos. Segundo ele, se a espuma atingir uma área sensível do corpo, o indicado é lavar a área com água corrente ou soro fisiológico e esperar. Caso a irritação persistir, é necessário levar a criança ao hospital para que ela possa ser medicada. “Também é interessante que se atente à idade, pois a partir dos 12 anos a pele da criança já é mais resistente. Fora que, nessa idade, a criança tem mais discernimento sobre a brincadeira”, recomenda.

Orientação na venda

O spray de espuma é encontrado em lojas especializadas em artigos carnavalescos de Sorocaba. A gerente da Livraria e Papelaria Pedagógica, Juliana Batista, diz que os funcionários da loja orientam os clientes a sempre se atentarem ao que o fabricante informa na embalagem.

“Nós sempre aconselhamos o consumidor a ler as indicações de uso no rótulo, a idade recomendada e a finalidade do produto, pois mesmo os produtos indicados possuem a forma correta de utilização. Além disso, a marca conta muito, nosso cuidado como loja, principalmente se tratando de pele, é evitar trazer produtos importados”, diz Juliana.

Curtindo o Carnaval

Vanessa Lucas e a filha de 8 anos, Laureen, são fãs do Carnaval. Elas curtam a festa na escola, com os amigos, ou em atividades que ocorrem pela cidade.

Mãe e filha contam que os acessórios não podem faltar durante o Carnaval. Um deles é o spray de espuma. “Ela adora a espuma, usa desde pequenininha. Eu nunca tive problema, mas procuro sempre olhar o rótulo. Às vezes pode cair no olho e dar problema, né? Mas todas as crianças que conhecemos usam e nunca tiveram problemas”, afirma a mãe da menina.

Laureen Campos e a mãe Vanessa Lucas festejam o Carnaval todos os anos. Crédito da foto: Emídio Marques (24/01/20)

Proibições

Em Sorocaba, segundo lojistas e consumidores, o produto tem uma grande procura e faz sucesso. Já em cidades como São Roque, Boituva, Campinas, Tietê, Praia Grande e Recife, sua venda é proibida.

Leia mais  Verão e carnaval: uma combinação que pode causar infecção urinária

 

Segundo o vereador de Campinas, Luiz Carlos Rossini (PV), responsável pelo projeto de lei, sancionado em junho de 2019, que proibiu a comercialização da espuma em spray no município, apesar de aparentemente inofensivas, as substâncias contidas no produto contêm elementos que podem causar uma série de danos em contato com a pele, olhos e mucusas, causando desde irritações mais simples até alergias respiratórias. A alegação do vereador foi divulgada no site da Câmara Municipal de Campinas.

Escolas de samba

Enquanto a venda de acessórios começa a esquentar em Sorocaba, o Carnaval de rua continua indefinido na cidade. As escolas de samba do município ainda não definiram se haverá desfile neste ano.

Segundo o presidente da União Sorocabana das Escolas de Samba (Uses), Edson Cesar Leite, conhecido como Edson Negracha, diante da falta de apoio da Prefeitura, surgiu a possibilidade de realização dos desfiles na Arena, situada no bairro Ipanema das Pedras. Porém, para isso, seria necessária a atuação de equipes da Guarda Civil Municipal e a disponibilização de mais horários de ônibus para o bairro na data do desfile.

Carnaval em Cerquilho

A cidade de Cerquilho tem um dos carnavais mais animados da Região Metropolitana de Sorocaba. Há quem diga que seja o mais divertido no interior do Estado de São Paulo.

A festa é feita nas ruas e reúne milhares de pessoas. Um dos destaques é o desfile dos carrões.

O governo de Cerquilho já definiu as datas e horários do Carnaval 2020. A festa será realizada entre os dias 21 e 25 de fevereiro. (Nicole Bonentti)

 

Comentários