Sorocaba e Região

Sorocaba terá unidade do Baep no 2º semestre

Operações deverão abranger 78 municípios da região, diz novo comandante do CPI-7
Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep). Crédito da Foto: Gilberto Marques/GESP

Uma unidade do Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep) deve ser implantada na região de Sorocaba no segundo semestre deste ano, segundo informações do coronel Aleksander Toaldo Lacerda, que assumiu há uma semana o Comando de Policiamento do Interior-7 (CPI-7). Ele foi o convidado de ontem para o Jornal da Cruzeiro, da rádio Cruzeiro FM 92.3 e falou que em contato com a Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Estado de São Paulo (SSP-SP), a previsão de atividades do Baep na região não tem uma data exata definida, mas deve acontecer ainda neste ano.

Conforme Lacerda, essa é uma demanda antiga da região e ele lembrou que as operações do grupo especial devem abranger os 78 municípios que integram o CPI-7. A sede da unidade, entretanto, deve ser Sorocaba. “Cerca de 300 policiais devem integrar essa equipe e serão profissionais vindos de outras regiões, principalmente da Capital, mas também com o apoio de militares daqui”, informou.

O comandante ainda lembrou que a função do Baep se assemelha ao que é realizado pelas equipes das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota) e que diferente do trabalho de policiamento já realizado nos municípios, o Baep é acionado para operações mais complexas. “É um batalhão que tem o foco em operações que fogem do cotidiano, como por exemplo, um caso de rebelião no complexo penitenciário de Sorocaba. Em uma situação como essa, os policiais do Baep é que atuariam”, disse Lacerda.

O batalhão especial, explicou, também ficará encarregado de atuar em operações coordenada junto com outras forças de segurança, como Polícia Civil, Polícia Federal e Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado de São Paulo (Gaeco).

Coronel Aleksander assumiu comando do CPI-7 há uma semana. Crédito da foto: Vinícius Fonseca (13/2/2020)

A instalação dos batalhões com treinamento especial foi uma das promessas de campanha do governador João Doria (PSDB) e em setembro do ano passado a SSP informou que as unidades devem entrar em operação até 2022. No ano passado seis batalhões foram inaugurados no Estado, nas cidades de Presidente Prudente, São José do Rio Preto, São Bernardo do Campo, na Capital, Piracicaba e Ribeirão Preto. “Outros 11, incluindo o de Sorocaba, serão inaugurados até 2022”, destacou a pasta estadual, sem precisar a data.

Descentralização das companhias

A descentralização das unidades administrativas e sedes operacionais da Polícia Militar (PM), as chamadas companhias, também será um dos focos do novo comandante do CPI-7. Lacerda destacou que o trabalho de retornar aos bairros de Sorocaba já iniciou no ano passado e que a SSP tem uma parceria com a Prefeitura para viabilizar esse projeto.

Ele contou que, embora ainda não tenha uma data definida para a mudança, as tratativas para utilizar um prédio cedido pela Prefeitura na zona norte já estão avançadas. “Já há um imóvel que comporta bem uma companhia, nas proximidades do aeroporto e ali é um local estratégico e de fácil deslocamento, já que integra as zonas norte e oeste”, contou Lacerda.

Comentários