Sorocaba e Região

Sorocaba terá remanejamento de médicos após saída dos cubanos

Profissionais estrangeiros já começaram a se desligar de seus postos de trabalho
Nenhuma UBS ficará sem médicos, diz Prefeitura
A SES realizou ontem reunião emergencial com os 18 médicos cubanos, para orientá-los sobre a sua permanência ou não na cidade. Crédito da foto: Fernando Abreu

Os 18 médicos cubanos ligados ao programa Mais Médicos e que atuavam em Sorocaba já começaram a se desligar de seus postos de trabalho. Eles devem retornar para o país de origem entre domingo e terça-feira da próxima semana. Conforme a Secretaria Municipal de Saúde (SES), nenhuma Unidade Básica de Saúde (UBS) ficará desassistida no período de contratação de novos profissionais.

Tratam-se de médicos generalistas que prestavam atendimento na área de Medicina da Família em todos os ciclos de vida: saúde do adulto, saúde da criança, gestantes, idosos, etc. Eles atuavam nas seguintes UBSs: Habiteto (dois), Paineiras (dois), Vitória Régia (três), Barão (dois), Nova Esperança (dois), Jardim Rodrigo (dois), Parque São Bento (um), Wanel Ville (dois), Brigadeiro Tobias (um) e Cajuru (um).

A SES informa que decidiu, em reunião realizada na tarde desta quarta-feira (21), que vai utilizar todo o seu corpo clínico possível fazendo um remanejamento para as UBSs, que contavam com médicos cubanos. Esse processo de substituição se dará até que seja cumprida a contratação dos novos médicos, conforme edital do Ministério da Saúde. O prazo de compromisso do Ministério da Saúde para que os novos médicos contratados já estejam atendendo nas UBSs é de 3 a 7 de dezembro.

Reunião emergencial

A Secretaria Municipal da Saúde (SES) realizou ontem uma reunião emergencial com os 18 médicos cubanos, para orientá-los sobre a sua permanência ou não na cidade. O programa estabelece uma parceria entre o governo federal e Cuba, que enviava médicos para realizarem atendimentos no Sistema Único de Saúde (SUS).

O objetivo da reunião foi levar tranquilidade aos médicos cubanos e demonstrar que a Prefeitura dará o auxílio necessário para a volta deles à ilha caribenha, bem como fará a devida remuneração pelo trabalho cumprido. A decisão de encerrar a parceria com o Brasil ocorreu no último dia 14 pelo governo federal de Cuba, após declarações do futuro presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, sobre mudanças no contrato, rompendo cinco anos de atuação dos médicos no País.

“Eles estão preocupados com os pacientes com quem desenvolveram um vínculo importante e a possibilidade de permanência no nosso município, já que muitos estruturaram suas vidas aqui, com família, filhos, etc. Nós precisávamos informá-los de que a Prefeitura irá ajudar no que precisarem, inclusive nos esclarecimentos e repasse de informações do ministério”, explicou Fernanda Coradini, chefe de divisão de Atenção a Saúde da Secretaria de Saúde (SES).

Fernanda ainda contou que, de acordo com o contrato firmado entre a União e o governo cubano, os médicos não têm a obrigatoriedade de voltar para o país de origem, mas não terão mais o vínculo empregatício com o programa.

Ramón Burgos, um dos médicos presentes na reunião, lamentou a decisão do governo cubano e se emocionou ao lembrar de sua experiência trabalhando na Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Ana Paula Eleutério (Habiteto). “Eu gosto muito de trabalhar aqui e toda a população do bairro me recebeu muito bem, foi muito difícil vermos pacientes chorando por nossa causa e se emocionando conosco”, comentou o médico.

Edital aberto

Como medida emergencial para repor os médicos que estão deixando o país, o Ministério da Saúde abriu edital para selecionar profissionais que queiram se vincular ao programa Mais Médicos. Estão sendo oferecidas 8.517 mil vagas, das quais 8.332 mil abertas devido à saída de médicos cubanos do programa.

Sorocaba está com 20 vagas abertas para atuação em unidades de Estratégia de Saúde da Família. Os interessados devem se cadastrar pelo site http://maismedicos.saude.gov.br/new/web/app.php/inscricao até o próximo domingo, 25 de novembro. Posteriormente, haverá o processo de seleção dos novos médicos. As contratações estão previstas para a semana do dia 3 de dezembro.

Comentários