Sorocaba e Região

Sorocaba tem 56% de isolamento, pior índice de 8 cidades da RMS

Dado é referente ao último domingo. Ibiúna chegou a 67%
Sorocaba tem 56% de isolamento, pior índice de 8 cidades da RMS
Prefeitura diz que melhora no índice depende de conscientização, sensibilidade e colaboração da população. Crédito da foto: Fábio Rogério / Arquivo JCS (30/4/2020)

Sorocaba teve no domingo, dia 3, o pior índice de isolamento social entre as oito cidades da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS).

Segundo o Sistema de Monitoramento Inteligente de São Paulo (SIMI-SP), que atualiza diariamente índice de adesão ao isolamento social no Estado, Sorocaba registrou índice de 56%. Embora tenha sido foi melhor do que no dia anterior, no sábado, dia 2, que foi de 50%, o dado de domingo deixou a cidade na última posição entre as oito que são medidas pelo sistema.

De acordo com o sistema, na data Ibiúna teve o melhor índice entre as oito: 67%. Além disso, no último domingo, o engajamento da população garantiu ao município a 10ª posição no ranking estadual, entre as cidades com os melhores índices de isolamento social do dia. Em seguida, na RMS, estão, entre as cidades com melhores números que Sorocaba, São Roque (63%), Tatuí (61%), Votorantim e Itapetininga (59% cada uma), Salto (58%) e Itu (57%).

Além da última posição no índice de isolamento social no domingo, Sorocaba também registrou nos dois últimos dias do mês passado (29 e 30), os piores índices (44%), desde o início do período da quarentena no Estado, que começou no dia 23 de março.No entanto, a pior marca da cidade em relação ao índice social foi no dia 12 de março, com 28%. Porém, na data o isolamento social ainda não estava em vigor.

O índice de isolamento social de Sorocaba no último domingo também foi pior do que o da cidade de São Paulo (58%) e da média de todo o Estado (59%).

Leia mais  Carro pega fogo no Centro de Sorocaba

De acordo com o coordenador do Centro de Contingência do coronavírus em São Paulo, o médico infectologista David Uip, a adesão ideal para controlar a disseminação da Covid-19 é de 70%.

Conscientização

Questionada sobre a situação, a Prefeitura afirmou, por meio de nota, que em relação às medidas já decretadas, o Poder Público depende da conscientização, sensibilidade e colaboração da população para a prática do isolamento social em combate à Covid-19. “Se as pessoas respeitarem as medidas do decreto, isso terá um efeito positivo na não propagação do vírus. Além da legislação, que fortalece medidas de isolamento social na cidade, a Prefeitura, por meio de suas redes sociais, reforça a importância do uso de máscaras à população, a orientação de ficar em casa e sair somente em casos de necessidade, além do boletim epidemiológico diário sobre os casos”, diz a nota.

Leia mais  Suspeito é preso durante tentativa de furto em Sorocaba

Município é citado entre piores do Estado

Sorocaba tem 56% de isolamento, pior índice de 8 cidades da RMS
No sábado, dia 2, o índice na cidade não passou de 50%. Crédito da foto: Fábio Rogério / Arquivo JCS (20/4/2020)

Na comparação do índice de isolamento social entre quatro cidades paulistas consideradas do mesmo porte, Sorocaba ficou na penúltima posição no último domingo, dia 3.

O índice de Sorocaba foi igual ao de Barueri (56%) e só perdeu para a cidade de Ribeirão Preto (53%) na mesma data. As cidades de Osasco (62%) e de São José dos Campos (61%) ficaram na frente de Sorocaba, com índices maiores.

Em entrevista coletiva ontem, na capital paulista, o governador João Doria citou o nome de Sorocaba entre as piores cidades do Estado no índice de isolamento no sábado, quando o dado foi menor ainda que no domingo: somente 50%.

A central de inteligência analisa os dados de telefonia móvel para indicar tendências de deslocamento e apontar a eficácia das medidas de isolamento social. Com isso, é possível apontar em quais regiões do Estado a adesão à quarentena é maior e em quais as campanhas de conscientização precisam ser intensificadas. No momento, há acesso a dados referentes a 104 cidades maiores de 70 mil habitantes.

Leia mais  Museus de Sorocaba e Casa Aluísio de Almeida recebem agendamento para visitas e pesquisas

Sem flexibilização

O governo do Estado também informou ontem que as cidades que não atingirem pelo menos 50% de isolamento social não entrarão na lista dos municípios que poderão flexibilizar as regras da quarentena.

Conforme o governador João Doria, na próxima sexta-feira, dia 8, serão anunciadas quais regiões e cidades poderão retomar parcialmente as atividades. “Não havendo um índice de isolamento social superior a 50%, já por este item, as cidades estarão automaticamente excluídas de qualquer flexibilização”, declarou o governador. (Ana Cláudia Martins)

Comentários