Sorocaba e Região

Órgãos planejam implantar curso de manutenção de aeronaves em Sorocaba

Município planeja formar Arranjo Produtivo Local do setor aeroviário, conforme anunciado nesta terça
Sorocaba poderá ter curso de manutenção de aeronaves
Órgãos ligados ao segmento aeroviário reuniram-se ontem no aeroporto de Sorocaba. Crédito da foto: Emídio Marques

Um curso para formar profissionais especializados na manutenção de aeronaves poderá começar a ser ministrado em Sorocaba em breve. O embrião do processo ocorreu nesta terça-feira (30), durante o lançamento do Projeto de Indicação Geográfica do Polo de Manutenção de Aeronaves da cidade. O evento ocorreu no terminal de passageiros do Aeroporto Bertram Luiz Leupolz e contou com diversos órgãos e entidades ligados ao setor aeroviário e de desenvolvimento de Sorocaba. Entre estes, o Instituto Federal de Educação, Ciênca e Tecnologia de São Paulo (IFSP), que poderá trazer o curso para a cidade.

Entre as possibilidades para que o Projeto de Indicação Geográfica aconteça está a formação de um Arranjo Produtivo Local (APL) do setor aeroviário na cidade e o fato de que Sorocaba possui 52 empresas de manutenção e operação de aeronaves, que vem há 35 anos promovendo o desenvolvimento econômico e social da região. A previsão é que, com o andamento do projeto, a internacionalização do aeroporto seja viabilizada, aumentando em cerca de 50% o movimento de aeronaves executivas em Sorocaba.

Sorocaba poderá ter curso de manutenção de aeronaves
Denilson de Camargo Mirim. Crédito da foto: Emídio Marques

Conforme o professor Denilson de Camargo Mirim, diretor do Instituto Federal de Educação em Sorocaba, a instituição tem autonomia para a criação de cursos. Em uma audiência pública ocorrida no início do mês, o tema já foi levantado como uma das necessidades de Sorocaba. Ele lembra, porém, que a decisão não depende somente do município. “Essa indicação geográfica pode ser o primeiro passo para a criação do curso. É lógico que isso não depende apenas do diretor do campus, depende do apelo da cidade com relação à necessidade”, argumenta.

Polo de Manutenção

Sorocaba poderá ter curso de manutenção de aeronaves
Ari Bordieri Júnior. Crédito da foto: Emídio Marques

No lançamento do Projeto de Indicação Geográfica do Polo de Manutenção de Aeronaves de Sorocaba foi feita a apresentação sobre como os trabalhos devem ser geridos. Conforme os idealizadores, ele será dividido em duas fases. Outras reuniões devem ocorrer até os primeiros meses de 2019. O pedido de indicação geográfica também deverá ser protocolado no Instituto Nacional de Propriedade Intelectual. “É um projeto ambicioso para melhorar a qualificação das empresas, afinal, estamos na ponta da tecnologia da aviação executiva. Temos que criar condições técnicas de melhoria”, avalia o presidente da Associação dos Operadores do Aeroporto de Sorocaba, Ari Bordieri Júnior.

Sorocaba poderá ter curso de manutenção de aeronaves
Robson Coivo. Crédito da foto: Emídio Marques

Toda a orientação e desenvolvimento do projeto caberá ao Instituto Federal. “O projeto é feito pelas empresas, mas quem faz a gestão é o Instituto Federal”, diz Mirim. Também é o Instituto que fará o pedido de indicação geográfica de Sorocaba como sendo um polo de excelência na manutenção de aeronaves. “Hoje é uma data especial para o setor de manutenção de aeronaves. É um marco para a cidade”, comenta Robson Coivo, secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda.

O evento também teve a participação de integrantes da Associação dos Proprietários de Hangares Particulares do Aeroporto de Sorocaba (Aprohapas), do Sebrae, da Universidade de Sorocaba (Uniso), do Parque Tecnológico de Sorocaba (PTS), e de empresários do setor. 

Comentários