Sorocaba e Região

Sorocaba fica atrás de cidades da região em índices do Saeb

Médias de matemática e língua portuguesa melhoraram, mas índices estão são baixos
Sorocaba fica atrás de cidades da região em índices do Saeb
Sorocaba só liderou na região metropolitana em língua portuguesa do 5º ano na rede estadual. Crédito da foto: Marcos Santos / USP Imagens

Os alunos das disciplinas de língua portuguesa e matemática da rede municipal e estadual de ensino de Sorocaba melhoraram os índices da cidade nas médias do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb), porém os números ficaram abaixo de alguns municípios da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS). As escolas municipais e estaduais da cidade não conseguiram emplacar no topo na maior parte dos índices nos 27 municípios da região.

Os dados, referentes a 2017, foram divulgados na sexta-feira pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O Saeb é realizado de dois em dois anos por amostragem de alunos. O sistema é composto por dois processos, a Avaliação Nacional da Educação Básica (Aneb) e a Avaliação Nacional do Rendimento Escolar (Anresc), ambas aplicadas na rede pública e privada de educação.

Conforme o ranking, a cidade ocupou a 9ª posição na RMS na média obtida pelo 5º ano em língua portuguesa. Com índice de 231,89, Sorocaba ficou atrás de Cerquilho, Jumirim, Boituva, Alambari, Tapiraí, Salto de Pirapora, Piedade e Pilar do Sul. A situação piora e a cidade ocupa a 10ª posição quando o quadro comparado é a média do 5º ano em matemática. Nesse caso, permanece atrás de Cerquilho, Jumirim, Boituva, Tapiraí, Alambari, Pilar do Sul, Salto, Piedade e Salto de Pirapora. A média de Sorocaba foi de 241,91. Para se ter ideia, é mais de 20 pontos menor que Cerquilho, que obteve média de 264,35.

Sorocaba fica atrás de cidades da região em índices do Saeb
O Saeb avaliou duas disciplinas no 5º e 9º anos do fundamental. Crédito da foto: Aldo V. Silva / Arquivo JCS (25/4/2013)

Já no 9º ano, a situação é um pouco melhor. Sorocaba fica na 4ª colocação com média 272,52 em língua portuguesa. Lidera o ranking na RMS a cidade de Salto, com média de 284,83. Na sequência, aparece Cerquilho e Salto de Pirapora. Na média do 9º ano para matemática, a cidade também ocupou a 4ª posição, com média de 274,79, ficando atrás de Salto de Pirapora, Salto e Cerquilho.

Estaduais

Entre as escolas estaduais, ainda levando em consideração os 27 municípios da RMS, Sorocaba apresentou um desempenho melhor. A cidade lidera na média do 5º ano para língua portuguesa, obtendo a pontuação de 232,19. Entretanto, na comparação com as demais médias dos municípios, a cidade cai em todos os indicadores.

Vale frisar que a cidade piorou no índice na competência de matemática e língua portuguesa no 5º ano da rede estadual comparado ao último Saeb, divulgado em 2016. Já nas competências ligadas ao 9º ano, a cidade melhorou. Na rede municipal, houve melhora em todos os indicadores.

O Estado de São Paulo não figurou na primeira posição em nenhum dos indicadores. A Secretaria de Educação do Estado de São Paulo comentou os índices. Para a pasta, os resultados do Saeb 2017 evidenciam a necessidade de melhora tanto no ensino fundamental quanto no médio. “Reconhecemos resultados importantes, o esforço dos profissionais da rede estadual, porém ações como a valorização do professor e o investimento em tecnologia, com lousas digitais, são fundamentais para avanços na qualidade do ensino”, diz em nota.

Uma das principais ações, conforme a secretaria, a partir do próximo ano, os alunos da 2ª e 3ª séries do ensino médio da rede estadual poderão complementar a formação com cursos técnicos a distância por meio do Centro Paula Souza. “Em agosto, o governo estadual enviou um projeto de lei à Assembleia autorizando um novo concurso para contratação de 15 mil PEB II. Um reajuste já foi dado este ano e um aumento de 10,15% está em negociação. Além disso, a prova de valorização pelo mérito será retomada depois de dois anos de hiato”, garante a secretaria.

Sedu tem iniciativas educacionais

Com relação aos dados do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Sabe), a Secretaria de Educação de Sorocaba (Sedu) informa que busca “aprimorar constantemente o processo de ensino-aprendizagem dos estudantes, consequentemente contribuir para o seu pleno desenvolvimento e sua formação cidadã”.

Um conjunto de intervenções vem sendo colocado em prática, de acordo com a Sedu. Entre elas: oferta de recuperação paralela a todos os estudantes com desempenho abaixo do esperado, no contraturno; criação do Grupo de Estudos Avançados, também no contraturno, aos estudantes do 6º ao 9º anos que apresentam desempenho acima do esperado; adesão ao Projeto Ler e Escrever, que oferece a todos os alunos de 1º ao 5º ano do ensino fundamental material de apoio (livros didáticos) que contribuem para o processo de alfabetização; parceria com o Projeto Educação Matemática nos Anos Iniciais (Emai), com material didático de uso individual a todos os estudantes e formação continuada a todos os orientadores pedagógicos, para contribuir para a alfabetização matemática.

Comentários