Sorocaba e Região

Sorocaba está entre as 150 melhores cidades para os maiores de 60 anos

Ranking do Instituto de Longevidade Mongeral Aegon, da FGV, coloca o município na 33ª posição
Sorocaba está entre as 150 melhores cidades para os maiores de 60 anos
Chácara do Idoso tem programação variada para manter em movimento quem já chegou na maturidade. Crédito da foto: Emidio Marques

Sorocaba ocupa a 33ª posição entre as 150 maiores cidades brasileiras que melhor atendem as necessidades das pessoas maiores de 60 anos, de acordo com o Índice de Desenvolvimento Urbano para Longevidade (IDL), divulgado anualmente pelo Instituto de Longevidade Mongeral Aegon, da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Entre os municípios mais populosos está Santos.

Segundo o IDL, a composição geral do ranking é baseada em sete variáveis: indicadores gerais, cuidados com a saúde, bem-estar, finanças, habitação, educação, trabalho, cultura e engajamento. Cada variável é obtida conforme múltiplos indicadores individuais.

Projetos e ações

O bom resultado de Sorocaba se deve principalmente aos projetos e ações voltados aos maiores de 60 anos, como o Clube do Idoso, Chácara do Idoso, Centro de Referência do Idoso, Conselho Municipal do Idoso, Vila Dignidade, Escola do Pedala Terceira Idade, Miss e Mister Melhor Idade, além das atividades nos centros esportivos para idosos. Outro benefício é a concessão de passe gratuito para pessoas a partir de 60 anos.

No indicador de cuidados com a saúde do IDL, Sorocaba teve boa avaliação em relação ao número de clínicas e residências geriátricas, ocupando o 5º lugar no ranking entre as maiores cidades. Já quando se fala em saúde pública, a cidade cai para 57º. Sorocaba teve uma nota baixa nesse indicador, responsável por avaliar quantas pessoas com mais de 65 anos estão inscritas em planos de saúde.

Em finanças, as pessoas com mais de 60 anos que residem em Sorocaba colocaram a cidade na 22ª posição do IDL. No indicador de educação, Sorocaba não teve boa avaliação, ficando no 106º lugar do ranking quando foi avaliado o número de docentes habilitados para ensino de idosos.

Clube e Chácara do Idoso

Mensalmente, cerca de mil pessoas com mais de 55 anos participam das atividades oferecidas no Clube do Idoso e na Chácara do Idoso de Sorocaba. A aposentada Dirce Maria Dias, 62 anos, é divorciada e conta que parte do seu dia é dedicada ao lazer e bem-estar, no Clube do Idoso. “Hoje eu posso fazer o que eu quero e no meu momento e a cidade oferece uma estrutura muito boa”, contou, enquanto aguardava o início das aulas de forró.

Policial reformado, José Venâncio Aparecido Gomes de Brito, 64 anos, ingressou na faculdade de engenharia mecânica aos 58 e se formou no ano passado. Ele conta que na juventude, faltava mesmo iniciativa e disposição. “Faço coisas que eu nunca fiz na minha vida e me sinto uma pessoa melhor também”, garante ele, que tem a agenda semanal repleta de atividades, entre dança, ciclismo, caminhada e fisioterapia.

As irmãs Teresa Gil, 66 anos, e Cleide Aparecida Duarte, 69 anos, deixam os maridos em casa e vão juntas ao Clube do Idoso, onde fazem aulas de dança. Teresa conta que sempre foi ativa e agora tem mais tempo para atividades que proporcionam alegria. “O que o município oferece é muito bom, mas penso que poderia ter mais opções.” Já Cleide, que tem sete netos, conta que há cerca de dez anos começou a frequentar o Clube do Idoso e sentiu mudanças significativas em sua saúde. “Eu tinha dores, pressão alta e com os exercícios tudo melhorou.” Mesmo aposentada, Cleide continua trabalhando como cabeleireira, para complementar a renda, mas, principalmente, para manter a mente ocupada.

População crescente

Na próxima segunda-feira, dia 1º de outubro, será comemorado o Dia Mundial do Idoso e, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), estimativas mostram que o percentual de pessoas com mais de 60 anos deve dobrar em duas décadas em todo o País. Esse grupo já representa mais de 13% da população sorocabana e as mulheres predominam nessa faixa de idade. São 50.419 pessoas, segundo a Fundação de Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade). No total são 38.327 homens sorocabanos com mais de 60 anos.

No mundo todo a população vem envelhecendo e esse fenômeno é atribuído especialmente à conjunção de dois fatores, aponta o Instituto de Longevidade Mongeral Aegon, da Fundação Getúlio Vargas: a redução das taxas de fecundidade e o aumento da expectativa de vida, ocasionado pelos avanços sociais e médicos. Mesmo entre as economias emergentes, onde, na maioria dos casos, as populações são mais jovens, o fenômeno do envelhecimento da população se verifica de forma cada vez mais intensa, incluindo-se aí o Brasil.

Sorocaba terá programação especial

Sorocaba entre as melhores
Clube do Idoso tem várias atividades para os maiores de 60 anos. Erick Pinheiro / Arquivo JCS (18/5/2016)

Desde 2009 Sorocaba celebra a Semana Mundial do Idoso, entre os dias 1º e 6 de outubro. Para comemorar a data, a Secretaria de Cidadania e Participação Popular (Secid), a Faculdade de Engenharia de Sorocaba (Facens) e o Shopping Pátio Cianê prepararam uma programação especial.

A abertura oficial das atividades municipais será realizada na segunda-feira, às 9h, no Salão de Vidro do Paço. Após a solenidade, haverá a apresentação do Coral Sintonia, do Centro de Convivência do Idoso (CCI), sob a regência de Maria Regina Pinto Rabelo.

A programação será desenvolvida durante toda a semana com oficinas, aulas de ginástica, palestras, dança circular, caminhadas, artesanato, apresentação de música, yoga, entre outras atividades especiais. Para encerrar, no dia 6 de outubro, das 14h às 17h, será realizado o Baile Anos Dourados na Chácara do Idoso.

O Clube do Idoso está localizado ao lado do Centro Esportivo André Matiello, no bairro Pinheiros. Já a Chácara do Idoso fica na rua Manuel Afonso, 64, na Vila Progresso. Confira a programação completa da Secid no link https://bit.ly/2DBzcDm.

Também em alusão ao Dia Mundial do Idoso, a Facens, em parceria com o Pátio Cianê promove o Festival InterGerAções, nos dias 4 e 5 de outubro, no shopping. Com uma programação totalmente gratuita, o evento será realizado, das 14h às 20h, no 2º Piso do Bloco B. Inclusão digital, reciclagem, nutrição, saúde, atividades físicas, dança, canto e viagem são alguns dos temas que serão tratados nas quatro salas em que será realizado o InterGerAções, por meio de workshops, oficinas, palestras, exposições e apresentações culturais. Para isso, além da Facens e do Pátio Cianê Shopping, o festival conta com a parceria do Sesi Votorantim, Sesc Sorocaba, Lab60+ e UniInversidade.

Comentários