Sorocaba e Região

Sindicalista morre com suspeita de Covid-19

Farani era funcionário da empresa Metalvic há mais de 25 anos, e, em 1995, passou a integrar a diretoria do SMetal
Sindicalista morre com suspeita da doença
Crédito da foto: Divulgação / SMetal

O diretor sindical João de Moraes Farani, de 53 anos, morreu na noite de domingo (19) com suspeita de novo coronavírus (Covid-19). A informação foi divulgada pelo Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (SMetal), entidade da qual Farani era dirigente.

Farani foi internado no sábado, com dificuldades respiratórias, vindo a óbito no dia seguinte. Ele deixa a esposa, Cíntia Regina, a filha Camila e o enteado Flávio. O enterro ocorreu nesta segunda-feira (20) e, por se tratar de morte suspeita de Covid-19, não houve velório.

João de Moraes Farani era funcionário da empresa Metalvic há mais de 25 anos. Em 1995 passou a integrar a diretoria do SMetal e havia passado pelos cargos de vice-presidente e tesoureiro da entidade. Também chegou a vice-presidente e secretário geral da Federação dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo (FEM/CUT).

“Farani esteve à frente de inúmeras negociações em prol dos metalúrgicos. Ele fará muita falta”, lamentou o presidente do SMetal, Leandro Soares. (Da Redação)

Comentários