Sorocaba e Região

Semana será abafada e com pancadas de chuva no Estado

Em Sorocaba, a previsão é de temperaturas entre 18ºC a 30ºC, entre hoje e quinta-feira
Semana será abafada e com pancadas de chuva no Estado
Previsão para Sorocaba é de temperatura alta até quinta, com possibilidade de chuva. Crédito da foto: Vinícius Fonseca (22/9/2020)

A massa de ar seco e frio que avançou pelo Estado de São Paulo durante o fim de semana começou a perder força e esta semana deverá seguir com temperaturas altas na maior parte do Estado. As pancadas de chuva retornam a partir de hoje, e ao longo dos próximos dias, há expectativa de temporais em algumas regiões.

Em Sorocaba, a previsão é de temperaturas entre 18ºC a 30ºC, entre hoje e quinta-feira, mas na sexta-feira deverá ocorrer uma queda e a temperatura oscilar entre 20ºC e 26ºC. Isto em decorrência das chuvas que poderão cair desde hoje e durante os próximos dias. De hoje a quinta-feira, há previsão de pancadas de chuva no período da tarde e da noite. Na sexta-feira, porém, há possibilidade de chuva a qualquer hora. Segundo os especialistas, este é um clima típico da primavera, uma estação de transição entre o inverno e o verão no Hemisfério Sul.

La Niña

Desde o início de setembro, o Brasil está sob a influência da La Niña, o resfriamento anormal das águas do Pacífico equatorial. Ela costuma favorecer mais chuva do que o normal na região Nordeste, e normalmente o Sul fica mais seco.

No Sudeste a estação começou seca, mas a chuva foi aumentando gradativamente e, a partir da segunda quinzena de outubro, todas as áreas da região já podem receber as pancadas típicas da Primavera. É o início do período úmido, que em 2020 não deve apresentar nenhum atraso.

Assim como no Sul, as chuvas de outubro podem ser fortes, acompanhadas de granizo, raios e rajadas de vento, com potencial para prejuízos materiais.

De uma forma geral, a maior parte da região apresenta chuva e temperatura acima da média ao longo da estação. Mas o calorão muito intenso observado em setembro só se prolonga até o meio de outubro. Depois, as nuvens e a chuva impedem a disparada dos termômetros. (Da Redação, com informações do Climatempo e Inmet)

Comentários