Sorocaba e Região

Sem veículos oficiais, Manga diz que secretários usarão carros particulares

Prefeito transferiu veículos para o transporte de pacientes que fazem tratamento em outras cidades
20 veículos que eram usados por outras secretarias foram destinados para a Saúde em Sorocaba. Crédito da foto: Fábio Rogério (5/1/2021)

Sem veículos oficiais, os secretários municipais de Sorocaba devem usar, a partir desta quarta-feira (6) carros particulares para o transporte no dia-a-dia. Os 20 automóveis oficiais do prefeito, vice e secretários foram transferidos nesta terça-feira (5) para a pasta da Saúde e serão usados no transporte de pacientes que fazem tratamento médico em outras cidades da região e que não necessitam de ambulâncias.

“Cada um vai com o seu próprio recurso para realizar o trabalho, com carro particular ou Uber, motorista por aplicativo”, disse o prefeito Rodrigo Manga (Republicanos) ao jornal Cruzeiro do Sul.

Para Manga, tanto o prefeito, quanto vice e os secretários recebem “um salário considerável com todas as condições de fazer o trabalho com recursos próprios”. Por mês, o prefeito recebeu como “salário” R$ 29.363,16.  Já o vice-prefeito e secretários possuem um subsídio de R$ 17.617,80.

Leia mais  PM apreende mais de 200 cartões com mulher em banco de Sorocaba

A solenidade para transferência dos veículos foi realizada no Paço Municipal. Apenas para o tratamento de hemodiálise, a prefeitura transporta, ao todo, 480 pacientes todos os meses. O número de viagens varia de acordo com cada caso. Fora esse total, existem os moradores que necessitam de outros atendimentos. Nesses casos, em 2020, a prefeitura transportou uma média de 948 pacientes por mês para tratamentos de saúde em outras cidades. Em 2019, antes da pandemia, a média era de 1.442 pessoas por mês.

18 carros são alugados

Todos os veículos já são usados pela prefeitura atualmente. Dois deles pertenciam ao Gabinete, sendo um Toyota Corolla de uso do prefeito e um Nissan Sentra disponibilizado para o vice. Já os outros 18 automóveis são do modelo Hyundai HB20 e fazem parte da frota alugada em fevereiro de 2020 pelo Executivo, ainda na gestão de Jaqueline Coutinho.

Leia mais  Casal furta mais de 30 placas de grama em obra de praça em Itu

O contrato de locação da frota envolve, ao todo, 36 veículos e foi firmado com a empresa CS Brasil Frotas, tendo duração total de 24 meses. Os outros 16 HB20 já eram usados para o transporte de pacientes desde março do ano passado. Cada automóvel tem um custo de R$ 1.008,10/mês. O valor total do contrato no período é de R$ 870.998,40. (Jomar Bellini)

 

 

 

Comentários
Assuntos