Covid-19 Sorocaba e Região

Secretaria da Saúde de Sorocaba suspende férias de servidores

Em relação à área da Saúde, foram tomadas algumas medidas visando à preservação dos munícipes que vão às UBSs
Saúde suspende férias de servidores
Secretário da Saúde de Sorocaba, Ademir Watanabe. Crédito da foto: Emídio Marques (27/09/2019)

Por conta do coronavírus, o secretário da Saúde de Sorocaba, Ademir Watanabe, anunciou algumas medidas em relação aos atendimentos nas unidades de saúde da rede municipal, no protocolo de atendimento, e em relação aos servidores públicos municipais da pasta, que tiveram as férias e licenças-prêmio suspensas por 60 dias.

De acordo com o secretário, as pessoas que procurarem atendimento nas unidades de saúde da rede municipal com suspeita de coronavírus passarão por uma entrevista, com uma equipe composta de médico, enfermeiro e técnico de enfermagem. “Se veio de área possível de coronavírus, tem viagem ao exterior, apresenta algum dos sintomas, ou entrou em contato com alguém que viajou ao exterior recentemente, a pessoa vai para a fila chamada ‘Fila C’, que é a fila do coronavírus. Aí a pessoa terá a aferição da pressão, da temperatura, e se for o caso será encaminhada para o exame”, disse Watanabe.

Leia mais  Feira da Barganha segue fechada por tempo indeterminado

O titular da pasta afirmou ainda que para evitar a aglomeração de pessoas, visto que as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) são bastante procuradas pelos moradores de Sorocaba, outros casos regulares, como agendamentos de consultas e exames, que não são considerados de urgência poderão ser remarcados e adiados. “Neste momento, nós temos que tentar bloquear a disseminação do vírus ou as consequências daqui um mês ou dois serão muito mais graves. Em seguida rapidamente vamos remarcar os agendamentos não urgentes”, afirma.

A prefeita Jaqueline destacou que em relação à área da Saúde foram tomadas algumas medidas visando à preservação dos munícipes que vão às UBSs. “Estamos avaliando a questão da aquisição emergencial de equipamentos de proteção, como máscaras e álcool gel, além de máscaras mais potentes”, aponta. (Ana Cláudia Martins)

Comentários