Sorocaba e Região

Saae alerta para risco de falta de água em Sorocaba

Altas temperaturas, aumento de consumo e falta de chuva são apontados como causas do desabastecimento
Consumo de água teve alta de 25% no final de semana. Crédito da foto: Erick Pinheiro (15/09/2017)

 

Depois de um fim de semana com interrupção no abastecimento de água para bairros da região norte e oeste de Sorocaba, o serviço ainda não foi normalizado para muitos sorocabanos. O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) foi questionado sobre a persistência dos problemas e informou que o consumo de água em Sorocaba aumentou em 25% no sábado e 15% no domingo e não afastou novas ocorrências de desabastecimento.

“Isso pode acontecer novamente caso continue ocorrendo consumo altíssimo com faltas de chuva”, afirma a autarquia por meio de nota. Ainda segundo a nota, além da alta no consumo, a falta de água em algumas regiões na cidade é causada pelos baixos níveis nos mananciais que o Saae capta água bruta.

Quem vive em bairros como Jardim Casa Branca, Alpes e Vitória Régia precisou comprar água mineral para beber e cozinhar, pois a água que chegava na torneira estava turva ainda nesta segunda-feira (14). Já os moradores do Wanel Ville contam que sofrem com a falta de água há muito tempo.

A consultora de vendas Vitória Alves de Carvalho, 39, moradora do Jardim Casa Branca, conta que passou o final de semana todo sem água e após a normalização no abastecimento recebeu uma água cheia de terra. “Hoje (ontem) ainda estava turva e sem condições de consumir. É absurdo porque pagamos por um serviço que não é eficiente.”

Leia mais  35 mil hidrômetros antigos são substituídos pelo Saae

 

Vitória também reclamou do atendimento telefônico prestado pelo Saae. “Eles falam que é plantão, mas eu precisei ficar 50 minutos na linha aguardando até que alguém atendeu o telefone”, relata. A sorocabana também reclama da falta de investimento no sistema de abastecimento da cidade e não acredita no motivo informado pela autarquia para o desligamento das bombas de água. “Falam que foi excesso de consumo, mas na semana passada muita água foi desperdiçada na Itavuvu, após o rompimento de uma adutora na obra do BRT”, relembra.

As bombas foram desligadas após falta de água na ETA Cerrado. Crédito da foto: Secom – Sorocaba

Sobre a situação no Jardim Casa Branca o Saae esclarece que o bairro é abastecido pelas bombas da zona alta do Maria Eugênia. “Tivemos algumas interrupções nos últimos dias, seja por conta do vazamento na Itavuvu pelo BRT, queima do transformador de energia nesta mesma unidade, e interrupção pelo consumo altíssimo dos últimos dias”, diz a nota do Saae sem falar da qualidade da água que chega ao bairro.

Já o motorista Anderson Flávio da Silva, 43, que reside em um condomínio no bairro Wanel Ville, conta que na manhã de ontem ainda não tinha água em sua torneira por conta da demora para encher a caixa d’água. “Quase que diariamente nós sofremos com problemas no abastecimento”, afirma. Segundo ele, no final de semana os moradores solicitaram caminhão-pipa ao Saae, que informou que encheria a caixa d’água, mas não o fez.

Sem água

O Saae desligou na tarde de sábado o bombeamento de cinco reservatórios que abastecem bairros das zonas norte e oeste de Sorocaba. A interrupção do abastecimento, que afetou as residências situadas em regiões mais altas, foi realizada pela autarquia diante da falta d’água na Estação de Tratamento de Água (ETA) do Cerrado, “por conta do consumo elevado devido ao calor”. A autarquia informou que religou na madrugada de domingo. (Larissa Pessoa)

Comentários

CLASSICRUZEIRO