Sorocaba e Região

Restituição do 2º lote do IR injetará R$ 64,5 milhões na região de Sorocaba

Os contribuintes poderão consultar se foram contemplados no segundo lote de restituições a partir das 9h desta terça (23)
Restituição do 2º lote do IR injetará R$ 64,5 milhões na região
Os contribuintes poderão consultar se foram contemplados neste novo lote a partir das 9h de hoje. Crédito da foto: Fábio Rogério / Arquivo JCS (22/5/2020)

O pagamento do segundo lote de restituições do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2020 irá injetar R$ 64,5 milhões na economia da região de Sorocaba, que compreende 52 cidades. Os dados foram divulgados nesta seguna-feira (22), pela Delegacia da Receita Federal em Sorocaba. Os pagamentos serão feitos nas contas bancárias dos contribuintes no próximo dia 30.

Segundo o delegado da Receita Federal do Brasil em Sorocaba, Ari José Brandão Júnior, no segundo lote de restituições do IRPF 2020 serão creditados valores que totalizam R$ 64.503.188,63, beneficiando 46.986 contribuintes no total.

Ainda conforme a Receita, serão contempladas restituições relativas a declarações dos exercícios de 2009 a 2020. Os contribuintes poderão consultar se foram contemplados no segundo lote de restituições a partir das 9h desta terça-feira (23).

De acordo com a Receita Federal, o crédito bancário para 3.306.644 de contribuintes em todo o Brasil terá valor de R$ 5,7 bilhões, maior valor para um lote de restituição em todos os tempos.

Desse valor, R$ 3.977.524.881,99 referem-se ao quantitativo de contribuintes que têm prioridade legal, sendo 54.047 contribuintes idosos acima de 80 anos, 1.186.406 contribuintes entre 60 e 79 anos, 89.068 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e 937.234 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Foram contemplados ainda mais de 1 milhão de contribuintes não prioritários que entregaram a declaração até o dia 4 de março. O pagamento das restituições do segundo lote será feito no dia 30 de junho, mesma data de encerramento do período de entrega das declarações do IRPF 2020.

Conforme já anunciado, esse ano os lotes foram reduzidos de sete para cinco com pagamento iniciando antes mesmo do fim do prazo de entrega. O primeiro lote foi pago em 29 de maio.

A Receita Federal estima receber 32 milhões de declarações até o último dia da entrega e alerta para que os contribuintes não deixem a entrega para última hora. Se perderem o prazo, estarão sujeitos ao pagamento de uma multa mínima de R$ 165,74 e máxima de 20% do imposto devido.

Consulta da restituição

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita Federal na Internet pelo endereço idg.receita.fazenda.gov.br. No serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nesta hipótese, o contribuinte pode fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco. (Ana Cláudia Martins)

Comentários