Sorocaba e Região

Reservas voltam a ser maiores que gastos

Reservas voltam a ser maiores que gastos
Crédito da foto: Luiz Setti / Arquivo JCS (7/1/2020)

As reservas para o enfrentamento da pandemia de coronavírus em Sorocaba estão novamente maiores que o montante previsto para ser gasto. Isto por conta do estorno de um empenho de R$ 841 mil da Prefeitura com o hospital Gpaci e o recebimento de R$ 800 mil em emendas.

Ontem (7) a cidade tinha R$ 29.422.136,97 em caixa e previsão de gastos em empenhos no valor de R$ 29.200.600,58 — saldo positivo de R$ 220 mil, aproximadamente. As emendas foram atualizadas no Portal da Transparência em três processos diferentes, sendo um de R$ 300 mil, o segundo de R$ 400 mil, e o último de R$ 100 mil.

Sobre a supressão do empenho de R$ 840 mil com o Gpaci, a Prefeitura de Sorocaba afirmou tratar-se de um convênio que vence no dia 12 de julho. “Como o Gpaci não apresentou plano de trabalho compatível a este valor já empenhado, foi necessário estornar para empenhar o valor do novo convênio. Vale ressaltar que o novo valor permanecerá integral para o Gpaci, com a mesma finalidade: enfrentamento da Covid-19”, garante o Executivo.

Leia mais  Gradis retirados para obra do BRT são reaproveitados em Sorocaba

Na sexta-feira (3), a conta não fechava, pois a previsão de gastos era maior do que as reservas. O déficit era de R$ 3 milhões. A situação começou a mudar com a supressão de um empenho de R$ 1,6 milhão na segunda-feira (6).

Ainda conforme o Portal da Transparência, consultado pela reportagem às 20h02, o valor liquidado permanece em R$ 13.649.587,02. Já o valor efetivamente pago aumentou de R$ 13.144.322,79, na segunda-feira, para R$ 13.641.187,02 ontem. O aumento foi de R$ 497 mil. As compras são de 173 fornecedores, em 249 empenhos. (Marcel Scinocca)

Comentários