Sorocaba e Região

Região de Sorocaba teve nove mortes por afogamento em 2019

Já o Samu em Sorocaba, nos últimos cinco anos, recebeu 184 solicitações de socorro para casos de afogamento
Região de Sorocaba teve nove mortes por afogamento em 2019
As altas temperaturas do verão fazem crescer as ocorrências por afogamento. Crédito da foto: Aldo V. Silva (19/4/2018)

O Corpo de Bombeiros de Sorocaba contabilizou nove mortes constatadas já no local do afogamento em 2019. Já o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) em Sorocaba, nos últimos cinco anos, recebeu 184 solicitações de socorro para casos de afogamento. O maior número de casos foi registrado no ano passado, totalizando 43 chamadas.

As altas temperaturas do verão fazem crescer as ocorrências por afogamento, já que muitas pessoas procuram se refrescar em piscinas, lagoas, represas, e também na região litorânea, lembra Herik de Souza Corrêa, 2º tenente do 15º Grupamento de Bombeiros de Sorocaba. “A maioria dos casos que ocorreu na região foi registrada em lagoas e represas”, afirma. Os homens compõem a maioria das vítimas atendidas, conta o tenente.

Acionar o socorro

De acordo com Corrêa, diante de um caso de afogamento, quem estiver observando a situação deve manter a calma e acionar o socorro através do número de emergência 193. “Passe o endereço correto citando a cidade, rua, número, referência e aguarde o socorro”, orienta.

Ele lembra que é importante confiar e responder com atenção as perguntas realizadas pelo atendente do Corpo de Bombeiros. Nadar em locais desconhecidos, alerta Corrêa, aumenta o risco de acidente. “Lagoas e rios podem esconder riscos devido a água turva e tornam ainda mais arriscado o mergulho.”

Uso de bebida alcoólica

Corrêa explica que a maioria dos casos de afogamento esta associada ao uso de bebida alcoólica e a imprudência do banhista. De imediato, caso presencie um afogamento, o tenente orienta que a pessoa procure algo para que possa alcançar ou arremessar à vítima, tais como boias, coletes salva-vidas, objetos flutuantes, como madeira, por exemplo. Ele destaca que atirar-se na água para salvar alguém, sem o devido preparo e sem equipamentos adequados de salvamento, pode ocasionar mais uma vítima. (Larissa Pessoa)

Leia mais  Estudante encontrada no Rio Sorocaba morreu por afogamento, diz Polícia
Comentários