Sorocaba e Região

Protetores faciais são fabricados e doados a profissionais de saúde

Até o momento, já foram entregues 1.290 protetores faciais para 12 locais, entre hospitais e unidades de saúde
Protetores faciais são fabricados e doados a profissionais de saúde
Uma das unidades de saúde que recebeu a doação foi o Gpaci, que ganhou 50 protetores faciais. Crédito da foto: Divulgação

Empresas estão se unindo para produzir protetores faciais, que estão sendo doados para profissionais da saúde que atuam em hospitais de Sorocaba e unidades de saúde da região, por conta da pandemia do novo coronavírus.

Até o momento, já foram entregues 1.290 protetores faciais para 12 locais, entre hospitais e unidades de saúde da cidade e de municípios vizinhos. Os protetores parecem máscaras faciais, só que maiores, e são produzidos em material plástico.

Os protetores também são chamados de máscaras de proteção e ajudam a não propagar o contágio de doenças transmissíveis pela saliva e fluido nasais. Deste modo, o equipamento ajuda na prevenção e segurança dos profissionais de saúde que estão na linha de frente no combate à Covid-19.

As empresas que produzem os protetores faciais são a Seritec, que trabalha com comunicação visual e gráfica e tem sedes em Sorocaba e Votorantim, e a MRC Artes, que é de Sorocaba.

O proprietário da Seritec, Cesar Henrique Cremon Palazzo, afirma que a empresa recebe doações em dinheiro e, com os valores, compra a matéria-prima necessária para produzir as máscaras de proteção.

Leia mais  Sorocaba registra mais 13 mortes e 512 novos casos de Covid

Segundo ele, é usado o próprio maquinário e a mão de obra da empresa para a produção dos protetores. “Por conta da pandemia da Covid-19 resolvemos ajudar do jeito que podemos. Pegamos alguns modelos disponíveis na internet e estamos produzindo cerca de 250 peças por dia. É uma maneira de sermos solidários neste momento, principalmente porque os profissionais de saúde estão sofrendo com a falta das tradicionais máscaras”, disse.

Protetores faciais são fabricados e doados a profissionais de saúde
Já foram entregues 1.290 protetores faciais para 12 locais. Crédito da foto: Divulgação

De acordo com as empresas, dos 12 locais que já receberam os protetores faciais estão oito hospitais e quatro unidades de saúde.

Os hospitais que já receberam os equipamentos são: Santa Casa de Sorocaba (200), Hospital de Campanha (200), Hospital Regional Dr. Adib Domingos Jatene (200), Conjunto Hospitalar de Sorocaba (200), Hospital do Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil/Gpaci (50), Hospital de Votorantim (80), Hospital de Salto de Pirapora (10), Santa Casa de Pilar do Sul (10).

Já as demais unidades de saúde que também receberam as máscaras de proteção são a UPA do Éden (200), PA Central de Votorantim (80), Samu Sorocaba (50) e PA Sorocaba (30).

Leia mais  Cidade confirma 18 mortes e 387 novos casos

A empresa Seritec possui atualmente cerca de 100 colaboradores e atua há 20 anos no mercado de comunicação visual e gráfica, em Sorocaba e Votorantim. Já a MRC Artes atua em Sorocaba e em parceria ajuda na produção dos protetores faciais.

Cesar Henrique afirma que quem quiser fazer doações para colaborar com a produção das máscaras pode entrar em contato pelo telefone (15) 98114-0808. Ele conta que a meta é produzir cerca de três mil protetores faciais para ajudar outras unidades de saúde. “Por enquanto estamos conseguindo comprar a matéria-prima necessária e temos recebidos doações. Enquanto for possível, vamos continuar”, diz. (Ana Cláudia Martins)

Comentários