Sorocaba e Região

Projeto fundado por sorocabana beneficia crianças de Jaguariúna

Natal da Vovó Idalina ocorre há quase trinta anos e neste ano deve contemplar 1.200 crianças
A proposta é arrecadar roupas, brinquedos, doces e produtos de higiene. Foto: Reprodução / Facebook

Há quase 30 anos, Idalina Santiago Melchor viu que ajudar o próximo era uma missão necessária, sobretudo no Natal, em Jaguariúna, na região de Campinas. Começou, então, o projeto que mais tarde se chamaria Natal das Crianças Vovó Idalina Melchor. A ação é mantida até hoje, mesmo 26 anos após o falecimento da responsável por iniciá-lo. Agora, a “capitã” é uma das filhas, Soraya Melchor Marion. A proposta é arrecadar roupas, brinquedos, doces e produtos de higiene para presentear crianças carentes de 0 a 14 anos. Neste ano, 1.200 serão beneficiadas.

Mas e Sorocaba, qual a relação da cidade com essa bonita história de altruísmo? Idalina morou na cidade por mais de 25 anos e só se mudou para Jaguariúna para ajudar Soraya a cuidar dos filhos dela. Lá, percebeu que, no município, ainda longe do desenvolvimento atual, o trabalho infantil era constante, principalmente nas olarias. “Tinha muita criança de seis anos batendo tijolo na época. A minha sogra encontrou uma família morando embaixo da ponte e começou a ajudar. Ela faleceu e as filhas assumiram. A minha mulher faleceu e as irmãs continuaram”, conta o advogado sorocabano João Augusto Gomes Júnior.

João: as pessoas se sentem felizes em contribuir. Foto: Pedro Negrão / Arquivo JCS

Desde o início do projeto, João perdeu as contas de quantas famílias foram ajudadas. “Tem crianças que receberam as sacolinhas e hoje já casaram, já foram para o mundo”, afirma. De lá para cá, o advogado comenta que a situação das famílias tem melhorado. “Especialmente em relação ao trabalho infantil”, assegura. As doações às crianças, diz João, vêm de vários lugares. “Inclusive, de Sorocaba, eu vou levar umas 40 sacolinhas para lá”, lembra. A entrega dos itens, com direito a Papai Noel, foi no último final de semana.

Embora a arrecadação já tenha sido finalizada, o advogado fala que as pessoas que tiverem interesse em ajudar no projeto podem contatá-lo pelo telefone (15) 99113-3397. “As pessoas se sentem felizes em contribuir. Têm pessoas que todo ano em outubro já me contatam querendo saber.” Mais informações sobre a iniciativa podem ser vistas na página do Facebook.

Comentários