Sorocaba e Região

Portal do jornal Cruzeiro do Sul recebe investimento do Google

Seleção elegeu veículos que produzem jornalismo original durante a pandemia da Covid-19
Portal do jornal Cruzeiro do Sul recebe investimento do Google
Com 1,4 milhão de usuários assíduos, o portal do Cruzeiro do Sul teve 16,9 milhões de visualizações entre os meses de março e maio. Crédito da foto: Fábio Rogério

O portal do jornal Cruzeiro do Sul está entre os selecionados pelo Google News Initiative para receber um investimento através do Fundo de Auxílio Emergencial ao Jornalismo, criado em abril pela empresa para apoiar veículos locais. “O objetivo do fundo é apoiar a produção de jornalismo original para comunidades locais diante da pandemia do Covid-19”, anunciou a empresa global.

Em todo o mundo, aproximadamente 5,3 mil pequenas e médias redações jornalísticas serão beneficiadas com valores entre US$ 5 mil (R$ 26,5 mil) e US$ 30 mil (R$ 159 mil). No Brasil foram selecionados 380 veículos de comunicação.

Atualmente com 1,4 milhão de usuários assíduos, o portal Cruzeiro do Sul teve pico registrado no mês de março, quando ganhou 412 mil novos leitores. A pandemia da Covid-19 impulsionou a busca por notícias confiáveis e entre os meses de março e maio o portal teve 16,9 milhões de visualizações. “Diante da pandemia a gente acabou colocando em prática algumas novas ações que estavam nos planos, como a realização de lives diárias pelas redes sociais do jornal”, destacou Eveline Dias, coordenadora digital do Cruzeiro do Sul.

 

Para o portal, o Google fará a destinação de US$ 15 mil, o que corresponde a R$ 73,5 mil. Esse valor, de acordo com as normas do Fundo de Auxílio Emergencial ao Jornalismo, precisa necessariamente ser investido em conteúdo. “Vamos empregar em novas tecnologias, com a reformulação do portal, que terá um novo layout pensado na acessibilidade e experiência do leitor”, contou.

Novos equipamentos de áudio e vídeo também serão adquiridos, para possibilitar que as notícias do Cruzeiro do Sul cheguem de outras maneiras ao público — como por exemplo, através de podcasts.

Portal do jornal Cruzeiro do Sul recebe investimento do Google
César Augusto Ferraz dos Santos, presidente do Conselho de Administração da Fundação Ubaldino do Amaral (FUA). Crédito da foto: Erick Pinheiro / Arquivo JCS (16/7/2019)

César Augusto Ferraz dos Santos, presidente do Conselho de Administração da Fundação Ubaldino do Amaral (FUA), mantenedora do jornal Cruzeiro do Sul, lembrou que o apoio vindo do Google é de grande importância, mas é uma via de mão dupla. “A maioria das buscas no Google são por notícias; logo, é do interesse dele manter as redações ativas. É claro que esse recurso será bem empregado e veio em boa hora. A receita dos jornais, que já é ruim há bastante tempo, ficou ainda pior na pandemia”, afirmou Santos.

Ele destaca que o Cruzeiro do Sul teve excelente avaliação nos critérios estabelecidos pelo Google para a concessão ao benefício e receber o investimento é também um reconhecimento pela credibilidade e pelo trabalho com seriedade desempenhado pelo veículo, que na próxima semana completa 117 anos. “Espero que tenham outras ações semelhantes para que possamos participar e é sempre bom lembrar que notícias confiáveis devem ser procuradas em fontes confiáveis, como os jornais que têm por trás uma equipe de profissionais”, afirmou.

 

 

Seleção

O Cruzeiro do Sul foi selecionado entre os mais de 12 mil pedidos enviados de 103 países, sendo 90% de veículos que contam com menos de 26 jornalistas. Um dos critérios para a concessão do benefício, inclusive, é a quantidade de jornalistas devidamente registrados no regime de Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), além da relevância e alcance do veículo.

No Brasil, entre outros, receberam recursos A Gazeta, de Vitória (ES), Amazônia Real, de Manaus (AM), Mais Vertentes (São João del-Rei, MG) e Primeira Página, de São Carlos (SP). Mais de metade dos veículos que pleiteou ficou de fora por não produzir cobertura local ou diária “ou por contar com menos de dois jornalistas”.

Para redações maiores, o Google anunciou também em abril que havia decidido isentar veículos do pagamento das faturas de sua plataforma de publicidade, o Ad Manager, por até cinco meses, em processo de seleção semelhante.

Em entrevista pouco antes de divulgar os resultados do fundo, Richard Gingras, vice-presidente de Jornalismo (News) do Google, confirmou que a distribuição de recursos em apoio ao jornalismo chega aos US$ 100 milhões, equivalente a R$ 530 milhões. (Larissa Pessoa)

Comentários