Sorocaba e Região

Polícia Civil procura pistas de investigador desaparecido em Boituva

Rodrigo de Campos Pereira, 34 anos, está desaparecido desde segunda-feira (11)
O investigador Rodrigo de Campos Pereira trabalha em Boituva. Crédito da foto: Arquivo pessoal

A Polícia Civil de Boituva e a Delegacia Geral de Polícia (DIG) de Itapetininga trabalham para localizar o investigador Rodrigo de Campos Pereira, 34 anos, desaparecido desde segunda-feira (11) ao deixar uma agência do Banco do Brasil em Boituva. Nascido e morador em Tatuí, o policial civil atualmente trabalha na delegacia de Capela do Alto.

De acordo com o delegado Emerson Jesus Martins, de Boituva, uma força-tarefa foi montada na cidade com a Polícia Militar e a Guarda Civil Municipal (GCM). O objetivo é auxiliar a Polícia Civil a localizar o investigador, que inclusive já trabalhou naquela cidade.

 

Segundo o delegado, Pereira foi visto pela última vez por volta das 13h de segunda-feira (11) após efetuar um saque de pequeno valor no Banco do Brasil. O investigador utilizava uma moto Harley-Davidson prata, placa DUV-4910, de Boituva, modelo XL-883.

Emerson Jesus Martins disse que nenhuma possibilidade está descartada, e que todas as informações são concentradas na DIG de Itapetininga. Ele pede também para quem tiver alguma informação entrar em contato com a unidade especializada pelo telefone (15) 3272-1018. (Da Redação)

Comentários