Sorocaba e Região

Piedade confirma primeiro caso de sarampo do ano

Mulher de 27 anos está internada na Santa Casa do município
População deve se imunizar contra o Sarampo. Foto: Pedro Negrão/Arquivo JCS

O primeiro caso de sarampo no ano em Piedade, na Região Metropolitana de Sorocaba, foi confirmado pela prefeitura, nesta quarta-feira (24). A vítima da doença infectocontagiosa é uma mulher de 27 anos, moradora do bairro Vila Moraes, que internada e passa por recuperação na Santa Casa do município.

A Vigilância Epidemiológica informa ainda que as medidas cabíveis de bloqueio já foram realizadas conforme orientação da Regional de Saúde. De acordo com a prefeitura, a vacinação contra o sarampo na cidade foi intensificada.

A imunização está sendo realizada no Ambulatório Médico Odontológico Municipal de Piedade (Amomp) e nas unidades de saúde dos bairros Leites, Miguel Russo, Sarapuí dos Luz, Correas, Vila Moraes, Godinhos e Bateia.

O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 7h às 16h e, para receber a vacina, é preciso apresentar RG e carteira de vacinação. Pessoas de um a 29 anos de idade devem possuir duas doses da tríplice viral (SCR) registradas na carteira de vacina. Quem tem idade acima dos 29 anos deve ter apenas uma. Pessoas acima dos 59 anos de idade não precisam tomar.

No dia 3 agosto, o Ambulatório estará aberto, das 7h às 15h, para verificação e atualização de carteiras de vacinação. As atualizações serão realizadas no local conforme disponibilidade no estoque de doses.

Leia mais  Secretaria da Saúde confirma primeiro caso de sarampo em Sorocaba

Transmissão e sintomas

O Sarampo é uma doença infectocontagiosa, transmitida por contato direto com secreções corpóreas e saliva de pessoas doentes. Pode ser propagada ainda por meio de aerossóis – expulsão de gotículas originadas da tosse, fala ou respiração que podem ficar suspensas no ar e infectar ambientes.

O período de transmissibilidade do sarampo inicia-se cerca de cinco dias antes do exantema (vermelhidão no corpo) e dura até cerca de cinco dias após seu aparecimento.

Os sintomas são: febre, conjuntivite, tosse, dor de cabeça, etc. Se assemelha a outras doenças, como a gripe. A diferença está nas manchas avermelhadas que se iniciam na cabeça e descem ao resto do corpo. A atenção deve ser redobrada às crianças, pois a doença pode levar a morte e a única prevenção é a vacina.

Outros casos

Um caso de sarampo também foi confirmado no dia 24 de abril, em Sorocaba, quando uma criança de 7 anos, moradora do bairro Campolim, contraiu a doença, passou por internação e passa bem. Segundo a Prefeitura de Sorocaba, último caso autóctone – originado na cidade – ocorreu no ano de 1999.

Votorantim registrou um caso de suspeita de sarampo, em 10 de junho, quando uma criança de 9 anos apresentou os sintomas da doença. Na época, a Vigilância Epidemiológica da cidade solicitou exames para confirmar a suspeita de sarampo.

Leia mais  Votorantim tem caso suspeito de sarampo
Comentários