Sorocaba e Região

Partidos definem candidaturas para o Palácio dos Tropeiros

Até a noite desta quinta-feira (10), a cidade tinha sete candidatos na disputa para ocupar o sexto andar do Paço
Partidos definem candidaturas ao Paço
Sorocabanos devem ir às urnas em 15 de novembro para o primeiro turno das eleições municipais. Crédito da foto: Fábio Rogério / Arquivo JCS (22/10/2018)

A corrida à Prefeitura de Sorocaba já tem cinco chapas praticamente definidas pelos partidos. Assim, há dois candidatos cujas legendas ainda não definiram quem serão seus respectivos vices.

Diante disso, até o início da noite desta quinta-feira (10), a cidade tinha sete candidatos na disputa ao Palácio dos Tropeiros. Até agora, são dois a mais que nas eleições de 2016.

Portanto, as definições quanto aos vices restantes deverão ocorrer até o final de semana, quando a cidade terá uma série de convenções partidárias.

Partidos têm até quarta-feira

O prazo final definido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para a formação das chapas é quarta-feira (16), praticamente dois meses antes da primeiro turno das eleições 2020, programado para 15 de novembro.

O PSDB definiu Maria Lúcia Amary como candidata. O vice será o vereador Anselmo Neto (Podemos). No final de semana passado, o jornal Cruzeiro do Sul divulgou os detalhes da decisão. A prefeita Jaqueline Coutinho também é pré-candidata.

Leia mais  Procurado por homicídio é preso pela PM em Sorocaba

A convenção do PSL, consolidando o nome dela para a corrida, será amanhã (12). Roberto Freitas (PSB) é o candidato a vice.

O Psol definiu no dia 1º de setembro o nome do ex-deputado estadual Raul Marcelo como candidato a prefeito. O vice deverá ser Paulo Estausia (PT). A convenção ocorre nesta sexta-feira (11).

Já o PDT terá como candidato ao Paço o vereador Renan Santos. A vice será a advogada Rosana Batista. O partido realiza convenção neste sábado (12).

Convenções continuam

No mesmo dia, a convenção do Republicanos deverá formalizar Rodrigo Manga como pré-candidato a prefeito, tendo Fernando da Costa Neto (PSD) como vice.

Por outro lado, o Solidariedade tem como proponente ao Executivo o líder comunitário Carlos Péper. Até as 20h10 desta quinta-feira (10), entretanto, o nome do vice que comporá a chapa ainda não havia sido divulgado pelo partido. A convenção da sigla também será realizada neste sábado (12).

Ainda no sábado, o DEM realizará realizará sua convenção. Na ocasião, será definido o candidato ou a candidata à vice. As negociações envolvem duas legendas. Até agora, a legenda confirmou apenas o candidato a prefeito, que será o médico e gestor Leandro Fonseca.

Leia mais  Carro capota após colisão na Juscelino Kubitschek em Sorocaba

Quase

O MDB deverá realizar sua convenção nesta sexta-feira (11). O partido gera expectativas no pleito, pois tem uma das maiores bancadas da Câmara. Além disso, o partido ajudou a eleger José Crespo (DEM) em 2016.

Fernando Dini, presidente do Legislativo, foi cogitado como candidato pelo partido. Mas tarde, poderia ser vice em ao menos duas chapas, o que não se consolidou.

Na quarta-feira, Dini formalizou a desistência ao Executivo e afirmou que disputará novamente uma das 20 cadeiras da Câmara de Sorocaba.

Sub judice

O Avante, até agosto, tinha como certo o professor Flaviano Lima como candidato a prefeito e Débora Julião (Cidadania) como vice.

Apesar de ter realizado convenção no sábado (5), a comissão provisória do partido, em Sorocaba, acabou dissolvida. O caso está sendo discutido na Justiça.

O partido Novo até tinha intenções de participar do pleito. Realizou um processo seletivo com sete pretendentes, mas ninguém passou pela aprovação.

Leia mais  Após horário de pico, Centro de Sorocaba tem baixo movimento

Com isso, o partido não terá candidato e, formalmente, até o momento, não dará apoio a nenhum outro candidato ou coligação. (Marcel Scinocca)

Comentários