Sorocaba e Região

Pandemia do novo coronavírus pode mudar protocolos de atendimento em Sorocaba

Governo municipal aguardas novas informações do Ministério da Saúde sobre como proceder
Pandemia vai mudar protocolos de atendimento
Lavar bem as mãos é uma das orientações contra a doença. Crédito da foto: Arquivo JCS

Com a declaração de pandemia no Covid-19 — o novo coronavírus — alguns protocolos de atendimento e orientações podem ser modificados nos próximos dias em Sorocaba. A Organização Mundial da Saúde (OMS) alterou a classificação da doença por considerar que se trata de um problema global. Na cidade, segundo o médico e gestor técnico da Secretaria Municipal de Saúde (SES), Lúcio Neves, ainda não há qualquer orientação para mudança de protocolos, mas são aguardadas novas informações do Ministério da Saúde sobre como proceder.

De acordo com Neves, é importante evitar as chamadas histerias coletivas, mas não se pode baixar a guarda para doenças como o Covid-19. “Trata-se de uma doença infecto-contagiosa, que vem se propagando muito rapidamente e é importante que as pessoas façam uso sempre do bom senso, evitando, sempre que possível, as aglomerações, lavando as mãos, cobrindo a boca ao tossir, enfim, tudo que já espera-se que as pessoas façam sempre”, afirmou o médico.

Atualmente Sorocaba não tem caso confirmado da doença, mas segundo o gestor técnico da SES, reuniões são realizadas semanalmente e todos os dias os gestores da pasta ficam em alerta sobre a doença. “É tudo muito dinâmico, e assim como os casos surgem muito rapidamente, as orientações e protocolos também podem ser alterados”, afirmou.

Leia mais  Número de casos suspeitos de coronavírus chega a 16 em Sorocaba

 

Mudanças de comportamento

Alguns locais da cidade, como a Ápice Medicina Integrada, estão orientando para que os pacientes se dirijam às consultas com poucos acompanhantes, buscando assim evitar aglomerações desnecessárias. Em nota, a clínica explicou que a decisão foi tomada seguindo as diretrizes de saúde estabelecidas pelos órgãos regulamentadores, como a OMS, que orientam evitar locais com aglomeração de pessoas para que não haja a propagação de doenças virais, como é o caso do Covid-19. “Sempre zelando pelo bem-estar da população, recomendamos aos pacientes que compareçam às consultas médicas com um único acompanhante. A orientação visa evitar a presença de terceiros, principalmente crianças e idosos”, informou.

A clínica ainda destacou que reforça com os pacientes para que todos sigam os protocolos de prevenção, entre eles “sempre que for tossir ou espirrar, cobrir a boca e o nariz com os braços e não com a mão ou, então, com um lenço descartável; realizar a higienização das mãos frequentemente, lembrando de lavar também o antebraço, as pontas e entre os dedos, os pulsos e o dorso da mão, com água e sabão e usar álcool gel 70% também é recomendado”.

Também por conta do Covid-19, o Parque Tecnológico de Sorocaba (PTS) decidiu adiar para o início de novembro a Missão Vale do Silício, que estava previamente agendada para 24 de abril. Segundo Roberto Freitas, presidente do PTS, o objetivo é manter o bem-estar de todos os participantes e tornar a viagem um momento enriquecedor e inesquecível. “Optamos pelo adiamento, neste momento, mas seguimos empolgados com este projeto que, com certeza, vai trazer muito conhecimento e networking”, afirma.

A missão internacional, que já está com todas as vagas preenchidas, visa abrir as portas do mercado exterior aos empreendedores da Região Metropolitana de Sorocaba. Para tanto, os participantes vão conhecer o Vale do Silício, maior epicentro da inovação mundial, que está localizado na Califórnia, Estados Unidos. (Larissa Pessoa)

Comentários