Sorocaba e Região

Ongs cobram ações em prol do bem-estar animal

"Carta Sorocaba Unida pelos Animais” contém 10 itens de reivindicações e propostas de proteção e cuidados
Tribunal de Contas aponta desequilíbrio orçamentário da Câmara e Prefeitura
Fórum foi sediado na Câmara dos Vereadores. Crédito da foto: Emidio Marques / Arquivo JCS (24/8/2017)

O Fórum Sorocaba Unida pelos Animais, realizado no sábado (24), na Câmara de Vereadores, com a participação de Ongs e ativistas da causa animal, terminou com a elaboração da “Carta Sorocaba Unida pelos Animais”.

 

A carta contém 10 itens de reivindicações e propostas de proteção e cuidados com os animais. Entre os itens, o documento solicita o aumento da quantidade de castrações diárias disponíveis aos animais da população e de protetores e Ongs, independentemente do peso do animal. Entre as Ongs que assinam a carta estão a Anjos e Protetores, Aspa, Instituto Cahon, Gamah e Lar São Francisco.

No Fórum, a presidente da Comissão de Proteção Animal da OAB Sorocaba, Geórgia Racca, apresentou a proposta do projeto de lei “cão acorrentado” para proibir que as pessoas acorrentem o animal e sejam aplicadas multas “severas” aos que descumprirem a medida.

Geórgia que integra o Conselho Municipal de Proteção e Bem Estar dos Animais também apresentou a proposta do projeto de lei que cria a “farmácia solidária” para a causa animal. Segundo ela, a ideia é que a partir da criação de uma parceria público-privada, laboratórios farmacêuticos façam a doação de medicamentos para serem arrecadados e distribuídos às Ongs.

“Muitos animais são resgatados com problemas de saúde e de acidentes e precisam desses atendimentos, que são prestados pelas Ongs mesmo sem as condições necessárias a um serviço com os recursos devidos”, explica Geórgia.

Participaram do Fórum o secretário de Meio Ambiente de Sorocaba, Maurício Mota, o presidente do Instituto Cahon, Honno Cahon, a bióloga Mônica Campiteli e Karina Somaggio, representante da Abraço Animal, entidade especializada em resgate de cavalos. (Da Redação)

Comentários