Sorocaba e Região

Ocupação de UTI segue acima de 70% na rede pública de Sorocaba

Conforme o censo, o Adib Jatene tinha 96,7% de ocupação, enquanto a Santa Casa, 70% de seus 20 leitos de UTI
Adib Jatene
Crédito da foto: Fábio Rogério / Arquivo JCS (2/4/2018)

A ocupação de leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) dedicados para pacientes de novo coronavírus em Sorocaba ficou, nesta quarta-feira (20), novamente acima dos 70% na rede pública. No Adib Jatene, o Novo Regional, a ocupação beirava os 100%, com apenas uma vaga disponível. As informações são do censo diário de leitos divulgados pela Secretaria de Saúde de Sorocaba (SES).

Conforme o censo, o Adib Jatene tinha 96,7% de ocupação nos leitos de UTI. A unidade tem 30 leitos disponíveis e atende a 48 cidades da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS). A Santa Casa tinha ocupação de 70% de seus 20 leitos de UTI; ou seja, 16 deles estavam ocupados. No Conjunto Hospitalar de Sorocaba (CHS), a ocupação era de 72%. A UTI do hospital possui 11 leitos, sendo um infantil.

Leia mais  Falta de acesso ao novo Hospital Regional oferece perigo a pedestres e motoristas

 

No caso dos leitos clínicos, todos os 15 do Novo Regional estavam ocupados. No CHS, seis dos oito leitos estavam disponíveis. Na Santa Casa, a ocupação dos leitos clínicos era de 60% — ou seja, 18 dos 30 disponíveis tinham pacientes. Nenhum dos seis leitos do Gpaci estava ocupado.

Rede privada

Na rede privada, o Samaritano é quem apresentava maior percentual de ocupação de leitos de UTI: 60% dos 10 pactuados para a doença. No Hospital Unimed, que disponibiliza 20 leitos para o enfrentamento da Covid-19, a ocupação era de 53%.

Nos leitos clínicos do Samaritano e Unimed, bem como nos leitos de UTI e nos leitos clínicos do Evangélico, a ocupação estava abaixo de 37%. (Marcel Scinocca)

Comentários