Buscar no Cruzeiro

Buscar

Covid-19

Vacinação contra Covid de mães de recém-nascidos é suspensa em Sorocaba

Imunização com a AstraZeneca/Oxford para este grupo estava prevista para começar nesta quarta-feira

12 de Maio de 2021 às 07:51
Jomar Bellini [email protected]
Vacina Covishield, da AstraZeneca/Oxford
Vacina Covishield, da AstraZeneca/Oxford (Crédito: INDRANIL MUKHERJEE / AFP)

A vacinação de puérperas com comorbidades contra a Covid-19 está temporariamente suspensa em Sorocaba. O anúncio foi feito pela prefeitura na manhã desta quarta-feira (12), seguindo a orientação do Ministério da Saúde, Governo Estadual e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A vacinação com a AstraZeneca/Oxford para este grupo estava prevista para começar nesta quarta-feira (12). A mesma medida foi adotada para a gestantes com comorbidades.

A determinação foi comunicada pelo Ministério da Saúde e pelo Governo do Estado na noite de terça-feira (11). As puérperas que comparecerem a uma das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) nesta quarta-feira (12) serão informadas da suspensão temporária e não poderão receber a vacina.

Também conhecido como resguardo ou quarentena, o puerpério é um processo após o nascimento do bebê, fase de readaptação para o corpo feminino que tem início logo após o parto e dura em média até a 8ª semana. Neste tempo, cuidados são necessários, pois ocorrem diversas mudanças na mulher, tanto em termos hormonais quanto corporais.

O município aguarda novas orientações sobre o assunto, após pareceres técnicos do Programa Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde e da Anvisa. A vacinação agendada para esta quarta-feira segue normalmente para as pessoas com Síndrome de Down e transplantados de 18 a 59 anos, além de pessoas com deficiência permanente de 55 a 59 anos.

O Plano Estadual de Imunização (PEI) de São Paulo informou em nota que a vacinação para grávidas e puérperas com comorbidades será retomada assim que novas remessas de vacinas do Butantan e da Pfizer sejam direcionadas pelo Ministério da Saúde para estes públicos.

"A nova data será amplamente divulgada assim que os imunizantes estejam disponíveis nos postos de vacinação. A previsão é que novas remessas destas vacinas cheguem nos próximos dias", escreve a nota.