Covid-19 Sorocaba e Região

Mutirão entrega quase 8 mil cestas em três dias em Sorocaba

A ação, segundo a pasta, foi possível graças às doações da iniciativa privada
Ação teve o apoio de servidores públicos e voluntários. Crédito da foto: Divulgação

O terceiro dia do mutirão “Sorocaba Unida Por Você”, organizado pela Prefeitura Municipal para a entrega de cestas básicas às famílias carentes terminou contabilizando 2.469 cestas de alimento entregues às pessoas em situação de vulnerabilidade social acentuada. O acumulado nos três dias chegou a um total de 7.811 cestas nas casas das pessoas.

O “Sorocaba Unida Por Você” teve início na quinta-feira (16) pela manhã, a partir da chegada da doação de um grande volume de cestas feita pelo Tauste Supermercados. A ação teve o apoio de servidores de todas as secretariais municipais, da Urbes, do Saae e de voluntários de diversos segmentos da sociedade. O movimento foi coordenado pela Secretaria de Segurança Urbana para que os alimentos chegassem às casas no menor espaço de tempo possível.

A entrega foi realizada a famílias cadastradas no CadÚnico e programa Bolsa Família, tendo por base o cadastro social da Secretaria da Cidadania. A ação, segundo a pasta, foi possível graças às doações da iniciativa privada conseguidas dentro da campanha “Sorocaba Solidária Com Solidariedade #vaipassar”, articulada pelo Fundo Social de Solidariedade, que já havia conseguido entregar outras 1.500 cestas, obtidas junto a outros colaboradores, como o Santo Supermercado, Tenda Atacado, Toyota, LBV, Jeep Clube, Atua, Index, TT Steel do Brasil, funcionários da JSL, Aurora Eadi e Mobibrasil.

Leia mais  STJ nega volta de brasileiros ao país sem realizar teste de Covid-19

Após esse arranque para que pudesse ser feita a entrega emergencial das cestas, a Secid dará sequência ao trabalho a partir da próxima quarta-feira (22). O secretário da Cidadania, Paulo Henrique Soranz, afirma que na segunda-feira (20) se reunirá com sua equipe para fazer um balanço e avançar na estratégia de dar continuidade ao atendimento das pessoas que estão passando por dificuldades neste momento de pandemia do novo coronavírus. (Da Redação com informações da Secom)

Comentários