Sorocaba e Região

Mutirão da paternidade será feito neste mês, em Sorocaba

Iniciativa é da Defensoria Pública e inscrições começam na segunda
Defensoria Pública fica na rua Barão de Tatuí, 231. Crédito da foto: Arquivo JCS/ Emídio Marques

 

A Defensoria Pública de São Paulo em Sorocaba realizará neste mês de outubro um mutirão de exames de DNA para reconhecimento espontâneo de paternidade, de forma extrajudicial. As pessoas interessadas em participar devem procurar a Unidade da Defensoria na cidade durante a próxima semana, de 8 a 11 de outubro, das 13h às 16h para se inscrever para a coleta de material genético.

A Defensoria Pública informa que é necessário levar documentos pessoais e comprovante de residência das pessoas a serem submetidas à perícia, bem como comprovantes de renda de todos que residam em suas casas. Na ocasião, serão feitos cadastro e avaliação financeira, para verificar se as pessoas se enquadram nos critérios de atendimento da Defensoria — em regra, renda familiar de até três salários mínimos.

A Defensoria Pública em Sorocaba fica na rua Barão de Tatuí, 231. A coleta do material genético será realizada no dia 19 de outubro pelo Instituto de Medicina Social e de Criminologia de São Paulo (Imesc), na própria Defensoria.

Leia mais  Com a fase vermelha, aumenta o movimento na região central

Convênios

A Defensoria Pública de SP mantém convênios com o Imesc e a Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp) para realização de exames de DNA e reconhecimento de paternidade. A parceria com a Unesp inclui as unidades da Defensoria na Capital, São Carlos, Araraquara e Ribeirão Preto; e, com o Imesc, as unidades na Capital e no interior.
Por mês, podem ser feitas por meio desses convênios até 213 coletas de material genético na Capital e no interior, com o objetivo de solucionar de forma extrajudicial casos de reconhecimento de paternidade. (Da Redação)

Comentários