Sorocaba e Região

Morre a professora Elci Vieira aos 86 anos em Sorocaba

Há cinco anos, ela lançou o livro “Em Sorocaba a 1ª indústria de seda do Brasil”
Morre a professora Elci Vieira
Elci tinha 86 anos. Crédito da foto: Pedro Negrão / Arquivo JCS (9/11/2015)

Faleceu, no domingo, dia 15, aos 86 anos, a professora Elci Vieira de Azevedo. O sepultamento ocorreu na manhã desta segunda-feira (16) no Cemitério Saudade.

Ela era casada e não deixou filhos. Elci era irmã do renomado artista plástico religioso Aluísio Vieira, falecido em 1996, e autora do livro “Em Sorocaba a 1ª indústria de seda do Brasil”, lançado em 2015. Nos últimos anos, Elci se dedicava em preservar, em sua casa, o acervo com de 500 obras de arte sacra produzidas pelo seu irmão.

Há cinco anos, lançou o livro “Em Sorocaba a 1ª indústria de seda do Brasil”, que conta a história de Francisco de Paula Oliveira Abreu, seu bisavô paterno, que foi responsável por colocar Sorocaba no mapa do pioneirismo têxtil do Brasil. Segundo ela, o empresário criou da primeira indústria de fiação de seda do País na década de 1850 — quarenta anos antes da chegada das grandes tecelagens, que dariam à cidade o apelido de Manchester Paulista.

Leia mais  Hospital de campanha de Sorocaba começa a atender pacientes nesta segunda (25)

O livro, editado com recursos da própria autora, foi fruto de um minucioso levantamento dos materiais que começou ainda na década de 1960. Além de artigos de jornal e manuscritos produzidos por Aluísio de Almeida, a pesquisadora percorreu cartórios para confirmar a autenticidade das propriedades do bisavô, que também atuou em Sorocaba como tipógrafo, educador, poeta, ilustrador e redator do jornal “O Americano”. (Da Redação)

Comentários