fbpx
Sorocaba e Região

Moradores reclamam de praça inacabada na região do Mineirão

Revitalização do antigo ecoponto foi uma iniciativa da prefeitura para inibir a prática ilegal de jogar entulhos no local
Moradores reclamam de praça inacabada
Vizinhos da área dizem que desde o ano passado aguardam a conclusão da revitalização do espaço. Crédito da foto: Fábio Rogério (30/9/2019)

 

O que era para ser uma praça desde agosto do ano passado está com as obras paradas há mais de três meses e gera reclamação de moradores do Jardim Maria Cristina, na região do Mineirão. A área está localizada entres as ruas Najila Amary Murad, Antônio Laino e Luis Teixeira dos Santos, aos fundos da Penitenciária Danilo Pinheiro.

O local, segundo moradores, vem sendo utilizado por traficantes e também gera insegurança por conta da falta de iluminação.

Morador do bairro há mais de 40 anos, o aposentado Roberto Moreno, 63, conta que a inauguração da praça já foi adiada três vezes.

“Primeiro falaram que seria em 15 de agosto do ano passado, depois atrasaram para 31 de abril deste ano, depois falaram em 18 de agosto e não se cumpre nenhum data”, reclama.

Leia mais  Prefeitura discute revitalização do Centro

 

Ele afirma que há mais de três meses não ocorre nenhum trabalho no local, que chegou a ser gramado, mas faltou manutenção, e toda a grama já secou.

O comerciante Adriano Silva, 38, afirma que a praça seria uma forma de dar um novo significado ao local e de ser uma opção de lazer para a comunidade.

“Prometeram brinquedos para as crianças e também uma academia ao ar livre”, lembra. O morador conta, porém, que as obras tiveram um andamento rápido no início, com limpeza, concretagem e poda de árvores, mas desde o início do segundo semestre mais nada ocorreu.

“À noite, virou ponto de encontro de criminosos e está muito perigoso até para andar pela rua, pois falta iluminação na área e qualquer pessoa mal intencionada pode se esconder no mato”, afirma.

No local, também já existiu um ecoponto, desativado há mais de dois anos. Segundo Aparecido Simão, 73, no início das obras, foi feito um trabalho de conscientização com a comunidade para evitar o acúmulo de lixo na área.

Leia mais  12 empresas anunciam investimentos em Sorocaba, diz Prefeitura

 

Mas diante da paralisação das obras, pessoas de outros bairros da região voltaram a depositar inservíveis no espaço. “Fica parecendo abandonado e aí ninguém respeita, mas quem mora por aqui fica exposto aos riscos”, destaca o aposentado, que lembra dos vários casos de dengue registrados no bairro.

Prefeitura responde

A Secretaria de Conservação, Serviços Públicos e Obras (Serpo) informou que a revitalização do antigo ecoponto foi uma iniciativa da prefeitura para inibir a prática ilegal de jogar entulhos e de outros materiais no local.

Segundo a prefeitura, por meio de uma parceria com o projeto “Reeducandos”, que a Serpo mantém com a Funap e a Penitenciária, foram executadas melhorias na praça do Mineirão, como a construção de 130 metros de guia, 650 metros quadrados de calçada, mil metros quadrados de grama, além de 100 metros quadrados de base para academia, espaço para playground e espaço para quadra de areia.

“A Serpo esclarece que algumas melhorias, como equipamentos de playground e brinquedos, são feitas por meio de doações e que, por isso, não tem previsão de implantação dos equipamentos nem do término das melhorias”, cita a nota. (Larissa Pessoa)

Comentários