fbpx
Sorocaba e Região

Moradora de Salto de Pirapora ganha viagem para visitar a mãe com câncer

GCMs realizaram uma campanha para ajudar Silvana Firmo a realizar o desejo de ir a Curitiba
Cristiano (esq.) e Maurício (dir.) acompanharam Silvana e suas filhas na rodoviária de Sorocaba. Crédito da foto: Cortesia/ Cristiano Braga

O espírito de solidariedade motivou os guardas civis municipais (GCMs) Cristiano Aparecido Braga e Maurício Júnior, de Salto de Pirapora, a realizarem uma campanha para uma moradora da cidade ir a Curitiba. Silvana Firmo queria visitar a mãe, portadora de um câncer e internada em estado terminal na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas não tinha condições de comprar as passagens de ônibus.

Foi então que uma amiga de Silvana pediu o auxílio de Braga e Júnior. Prontamente, os dois decidiram realizar uma campanha para ajudá-la.

Eles gravaram um vídeo em que Silvana explicava sua situação e pedia a ajuda dos moradores de Salto de Pirapora. Na quarta-feira (13), publicaram a imagem em uma rede social. No mesmo dia, conseguiram arrecadar R$ 1.100, o que superou todas as suas expectativas. “Achei que levaríamos um mês para arrecadar [o dinheiro], mas as pessoas se comoveram e ajudaram muito rápido”, conta Braga.

Leia mais  Homem agride mulher e filho bebê com socos em Itapetininga

Cada passagem custou R$ 117 e, com o dinheiro arrecadado, foi possível comprar três bilhetes de ida e três de volta para Silvana e suas duas filhas, totalizando R$ 702. Segundo Braga, elas vão usar os cerca de R$ 400 que restaram para se alimentar durante os cinco dias que ficarão na capital do Paraná.

Silvana, Amanda Firmo, 8 anos, e Nicole Firmo, de 11, embarcaram na noite de quinta-feira (14) e devem retornar, de acordo com Braga, na próxima terça-feira (19). Braga conta que Maurício e ele ficaram muito emocionados e felizes por poderem ajudar a diminuir um pouco a angústia e o sofrimento de Silvana.“Ela [Silvana] disse que a única coisa que queria era se despedir da mãe. Então, foi um sonho realizado”, diz.

Solidariedade

Cristiano e Maurício têm um projeto para ajudar o próximo. Tudo começou há um ano, quando Braga foi acionado para atender uma ocorrência. Na ocasião, ele conheceu uma mulher que tinha um filho de oito meses e vivia em situação de extrema pobreza. Conforme Braga, ela passava fome e não tinha condições para comprar latas de leite para o filho. Também não tinha marido ou familiares para ajudá-la.

Leia mais  Pai mata criança de 2 anos asfixiada e enterra corpo em Salto

Comovido com a situação da mulher, ele decidiu realizar uma campanha para arrecadar litros de leite e cestas básicas para a família. A ação deu tão certo que Braga resolveu continuar os trabalhos e convidou Maurício para ajudá-lo. Juntos, eles já fizeram muitas pessoas mais felizes.

Os GCMs já doaram uma bicicleta para um menino de Salto de Pirapora, cestas básicas para várias famílias da cidade, leite e alimentos para a avó de um bebê de Piedade, cujo a mãe, de 19 anos, morreu no parto, entre outras muitas ações.

Braga conta que sua motivação para iniciar esse trabalho foi sua experiência de vida. Durante a infância, sua família enfrentou muitas dificuldades. Hoje, ajuda aqueles que precisam para que não sofram tanto quanto ele. “Minha mãe precisou pedir muita esmola. Então, cresci recebendo doações. Por isso, enquanto estiver tiver na GCM, vou continuar (realizando esse trabalho)”, diz. (Vinicius Camargo – Programa de Estágio/ Supervisão: Giuliano Bonamim) 

Comentários