Sorocaba e Região

Ministério Público abre inquérito sobre a Festa Junina de Votorantim

MP teme pela não realização integral dos compromissos em virtude do coronavírus
Festa Junina de Votorantim chega à 104ª edição cercada de superlativos
Recinto da Festa Junina de Votorantim. Crédito da foto: Pedro Negrão / Arquivo JCS

A Festa Junina de Votorantim é alvo de um inquérito civil do Ministério Público do Estado de São Paulo (MP-SP), que teme pela não realização integral dos compromissos em virtude do coronavírus. O procedimento investigatório foi aberto na segunda-feira (16) pelo promotor Luiz Alberto Meirelles Szikora e tem como representado o organizador do evento – Viva Entretenimento – e a Prefeitura de Votorantim.

O promotor quer saber se há previsão de cancelamento ou de adiamento da 105ª edição e ainda se há previsão de cessação da venda antecipada de ingressos para apresentações (inclusive shows) e demais atrações. Ele questiona também quantos ingressos já foram vendidos para as apresentações e demais atrações e qual o valor total já arrecadado com a venda antecipada. Os questionamentos valem para os organizadores do evento e para a Prefeitura de Votorantim.

Conforme o procedimento, a empresa promotora do evento conta com autorização e apoio do Município de Votorantim. Ele cita também que além das atividades tradicionais de uma festa junina, com barracas para comercialização de alimentos e jogos, haverá, como tem ocorrido nos últimos anos, um grande espaço destinado à realização de apresentações de artistas, bem como, provavelmente, haverá área destinada a brinquedos de grande porte, como roda-gigante.

Grandes shows

O promotor cita grandes artistas do cenário nacional como Roberto Carlos, Luan Santana, Roupa Nova, Alok, Raça Negra, Marília Mendonça, entre outros, que estão previstos para se apresentarem. Ele considera também a estimativa de público total para o evento, entre 150 mil pessoas para os shows e de 250 mil para o recinto da festa.

No decorrer do documento, ele cita ainda o cancelamento ou o adiamento de vários eventos artísticos, de entretenimento e esportivos, públicos e privados, sendo alguns eventos de destaque mundial, como forma de prevenção do aumento da doença Covid-19. Szikora ainda cita os números envolvendo a pandemia no Brasil.

“Nesse contexto, é fácil antever que a oferta de serviços, principalmente, artísticos e de entretenimento, que seriam prestados na 105ª Festa Junina de Votorantim não possa ser cumprida, ao menos integralmente, pelo promotor e pelo apoiador do evento, pois é muito provável que haja necessidade de cancelamento ou de adiamento da referida festa, para a prevenção da propagação do Covid-19, de modo que também é fácil antever que isso irá impor a obrigação de devolução”, lembra.

Representados

A Viva Entretenimento, organizadora do evento, divulgou uma nota em que afirma que monitora constantemente a evolução dos fatos relacionados ao Covid-19. “O mesmo ocorre com os produtores dos artistas contratados para realização de show no evento. Estamos em contato diário com todos e, até então, a venda dos ingressos antecipados continuam”, diz o comunicado.

Leia mais  Começa a venda de ingressos para o show de Roberto Carlos em Votorantim

 

O texto ainda afirma que a organização está atenta às recomendações das instituições de saúde e caso se confirme o aumento exponencial dos casos no Brasil. “Estamos a aproximadamente 80 dias do evento, portanto, a Festa Junina Beneficente de Votorantim segue confirmada”, ressalta.

A instituição lembrou que o evento atende 18 entidade beneficentes. A Prefeitura de Votorantim não comentou o caso. (Marcel Scinocca)

Comentários