fbpx
Sorocaba e Região

Mãe e filhos são assaltados por quadrilha em saída de banco em Votorantim

Do lado de fora da agência ela foi abordada por um homem, que simulou estar passando mal
Caso ocorreu em uma agência bancária da avenida 31 de Março. Crédito da foto: Reprodução/Google Street View

*Atualizada

Uma quadrilha assaltou mãe e filhos após saírem de uma agência bancária da Caixa Econômica Federal, localizada na avenida 31 de março, em Votorantim. O caso ocorreu na última quarta-feira (27), quando a mulher, de 37 anos, saía da agência acompanhada da filha, de 21 anos, e do filho, de 8 anos, após realizar uma transação bancária.

Segundo o boletim de ocorrência, a vítima realizou um saque no valor de R$ 1.200 na agência bancária. Ela informou que, no interior do banco, duas mulheres trocavam mensagens pelo celular.

Ela e os filhos saíram do local em direção ao carro da família. Neste momento, a mulher viu dois homens do lado de fora da agência. Ela foi abordada por um deles, que simulou estar passando mal. O suspeito teria pedido para ela guardar um envelope, que estaria com dinheiro, dentro da bolsa dela.

Leia mais  Chuva e ventania causam estragos e deixam São Roque sem energia elétrica

A mulher desconfiou que se tratava de um golpe e recusou o pacote, quando seguiu em direção ao carro, em uma rua paralela. Porém, ao chegar no local, percebeu que outros dois homens estavam parados em frente ao veículo.

Eles a ameaçaram e disseram que estavam armados, pedindo o dinheiro do saque, cartões de crédito, bem como os celulares dela e da filha e as chaves do veículo. A mulher disse ainda que só soube das duas suspeitas que agiram dentro da agência após ir ao banco e relatar o ocorrido. Além dos objetos levados no local, a quadrilha fez um saque de R$ 120 no mesmo dia.

O caso foi registrado na delegacia de Votorantim como furto e estelionato, onde será investigado. Nenhum suspeito do crime foi detido. A vítima declarou que pediu para ver as imagens das câmeras de segurança da agência, porém foi informada que o material só seria passado para a Polícia Civil.

Leia mais  Praça Coronel Fernando Prestes é revitalizada pela Prefeitura

Segundo a Polícia Civil, até o momento foram registrados três casos com essas mesmas características.  Questionada, a Caixa Econômica Federal informou por meio de nora que está contribuindo com as investigações. (Aline Albuquerque)

 

Comentários